Graciosa Online

Tentativa fútil - VÍDEO

Ricardo Ramalho acusa o PSD de aproveitamento político na obra da Barra

Tentativa fútil - VÍDEO



Intervenção do deputado Ricardo Ramalho sobre a obra da Barra:

"Senhora Presidente
 Senhoras e Senhores Deputados
 Senhor Presidente do Governo
 Senhoras e Senhores Membros do Governo

Na ilha Graciosa, ao longo dos últimos anos, os sucessivos governos do Partido Socialista têm realizado diversos investimentos estratégicos que naturalmente ajudaram a impulsionar o desenvolvimento económico e social desta ilha.

Exemplo disso são os inúmeros investimentos concretizados nas mais diversas áreas de atividade como na agricultura, na pesca, na área social, nos transportes, no turismo, na habitação, na energia, entre outras. Contudo, se é certo que muito tem sido feito nesta ilha também é certo que ainda há muito para fazer.

É neste contexto, e é sobretudo com esta ambição de fazer sempre mais e melhor, que atualmente já está em fase final de execução o projeto de proteção e requalificação da orla costeira da Barra. Este investimento, superior a 7,5 milhões de euros, é fundamental para o desenvolvimento económico da ilha Graciosa porque vai permitir criar condições para a náutica de recreio e consequentemente irá impulsionar o desenvolvimento de diversas atividades relacionadas com a economia do mar.

Relativamente ao presente projeto de resolução este não é mais do que chover no molhado pois toda a gente na ilha Graciosa sabe muito bem o que vai ser concretizado na baia da Barra depois de concluídas todas as obras.

Mas o que esta iniciativa realmente pretende é algo inacreditável e que tem de ser denunciado hoje aqui neste parlamento. Este projeto de resolução não é mais do que um ato de desespero político.

Ou dito de outra forma, é uma tentativa, fútil, do PSD tentar ficar associado a este projeto na sua fase final ou seja na reta da meta.

Isto tudo depois de muito trabalho realizado por inúmeras pessoas e diversas entidades das quais o PSD nunca fez parte. Aliás, se há coisa que o PSD tem feito é tentar denegrir esse trabalho puxando desta forma os graciosenses e a ilha Graciosa para baixo.

Felizmente os graciosenes são sábios e estão atentos a estas manobras políticas e como tal sabem muito bem que este projeto de cópia do PSD é bem pior que o projeto original do Partido Socialista. Se é certo que hoje estamos mais perto do que nunca de realizarmos um sonho de muitos graciosenses, também é certo que é graças à parceria entre o Governo dos Açores e a Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa que esta obra viu a luz do dia.

Assim, e como já foi dito muitas vezes, depois de concluída a construção do molhe de proteção, que infelizmente tem sofrido atrasos na sua execução, por motivos exclusivamente técnicos, que aliás são de conhecimento público, o Governo Regional em parceria com o Município de Santa Cruz da Graciosa avançará para os investimentos no interior da baia e nas respetivas instalações de apoio às atividades náuticas.

Portanto, esta obra de proteção costeira da Barra será devidamente equipada para poder acolher, no seu interior, e numa primeira fase, cerca de meia centena de lugares para embarcações, ainda este ano. Assim, aquele espaço não será apenas de proteção da orla costeira mas será, como sempre afirmamos, um pólo de desenvolvimento para a náutica de recreio.

Horta, sala das sessões, 16 de junho de 2020"


Ricardo Ramalho