Local

Encalhe do navio "Mestre Simão" deveu-se a "infortúnio do mar" (Vídeo)

O relatório da Atlânticoline ao acidente do navio, no porto da Madalena do Pico, aponta para uma conjugação de fatores: houve uma sequência invulgar de ondas, motor de bombordo e o leme não deram a resposta adequada.

De acordo com o relatório interno agora divulgado, o navio, de 40 metros de comprimento, estava a aproximar-se da entrada do porto, quando uma "sucessão de ondas" empurrou a embarcação para a rocha, impedindo-a de guinar a bombordo, para poder manobrar em segurança.

O relatório interno isenta de quaisquer responsabilidades o mestre da embarcação.

RTP-Açores