Local

Polícia Marítima da Horta apreendeu 700 kg de pescado (Vídeo)

A embarcação foi apanhada em flagrante a pescar com palangre na área protegida do Banco de Condor.

© Polícia Marítima

Às 9h30 o radar de vigilância do Banco Condor deu o alerta de entrada da embarcação. De imediato seguiu um semirrígido com três operacionais da Polícia Marítima da Horta.

A arte de pesca foi recolhida e selada, assim como o porão da embarcação e o pescado foi apreendido.

A embarcação foi escoltada até ao porto da Horta onde descarregou 700kg de pescado variado capturado ilegalmente.

O peixe foi vendido em lota e o valor ficou à ordem do processo de contraordenação instaurado, cuja coima pode variar entre os 600 e os 37.500 euros e, no caso de pessoas coletivas, pode chegar aos 125.000€.

A área protegida do Banco Condor foi estabelecida em 2008. É considerada um observatório científico permanente, onde são realizadas campanhas científicas para recolha de dados e para testar novas tecnologias de estudo de ambientes e espécies de profundidade.

Uma importante área para o desenvolvimento do conhecimento científico sobre os ecossistemas dos montes submarinos e estudo dos efeitos de proteção nas comunidades piscícolas ali presentes.

O Secretário Regional do Mar diz que a apreensão de 700kg de pescado, capturado ilegalmente no Banco Condor, significa que a fiscalização está a funcionar.

Gui Menezes lamenta a situação, mas considera que foi um caso esporádico.

RTP/Açores