Política

Sérgio Ávila assinala descida acentuada do desemprego no segundo semestre de 2017

Entre junho e dezembro de 2017 o número de açorianos empregados foi o maior desde há dez anos, valorizou hoje o executivo da região, comentando os indicadores mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Sérgio Ávila assinala descida acentuada do desemprego no segundo semestre de 2017


"No segundo semestre deste ano atingiu-se o valor de açorianos empregados mais elevado dos últimos 10 anos, o que dá bem nota da trajetória, por um lado, do crescimento do emprego e, por outro, também de uma redução bastante consistente do desemprego", declarou o vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Sérgio Ávila, citado numa nota de imprensa do executivo socialista.

Sérgio Ávila realçou ainda que o número de desempregados é "o mais baixo dos últimos sete anos", o que atesta "claramente que o crescimento do emprego tem resultado do crescimento da atividade económica".

A nível nacional, a taxa de desemprego em 2017 desceu 2,2 pontos percentuais face a 2016 para os 8,9%, abaixo da estimativa do Governo de 9,2% e em linha com a estimativa dos analistas ouvidos pela agência Lusa para a média do ano.

No quarto trimestre, a taxa de desemprego foi de 8,1%, menos 0,4 pontos percentuais face ao trimestre anterior e menos 2,4 pontos percentuais face ao trimestre homólogo de 2016.

Por regiões, no ano de 2017, as taxas de desemprego mais elevadas, e superiores à média nacional, foram observadas em quatro regiões: Região Autónoma da Madeira (10,4%), Norte (9,8%), Área Metropolitana de Lisboa (9,5%) e Região Autónoma dos Açores (9,0%).

Lusa