Sociedade

Profissionais advogam a instalação de aparelhos TAC em todas as ilhas

Especialistas defendem que as ilhas sem hospital necessitam de aparelhos TAC para responder a um acidente vascular cerebral.

Profissionais advogam a instalação de aparelhos TAC em todas as ilhas

Os médicos dizem que a evacuação de doentes destas ilhas não é solução.

Os acidentes vasculares cerebrais necessitam de uma resposta médica rápida e eficiente, no limite em quatro horas e meia, diz o neurologista Pedro Lopes.

Tendo em conta a insularidade dos Açores, Pedro Lopes defende que o tratamento deve ser feito recorrendo a telemedicina.

Antena 1 Açores