Ouvir
Oceano Atlântico
Em Direto
Oceano Atlântico Um programa de Pedro Coquenão

Apoios

TERRA - Música e Cinema do Mundo

De Maio a Outubro no CIAJG em Guimarães

|

TERRA - Música e Cinema do Mundo

Cinema junta-se à música na programação proposta pela Capivara Azul para o Centro Internacional das Artes José de Guimarães, entre Maio e Outubro.
O Brasil está no centro do terceiro ano do ciclo Terra


As músicas do mundo vão continuar a ouvir-se no Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), em Guimarães, ao longo deste ano. Na sua terceira edição, o ciclo TERRA, promovido pela Capivara Azul – Associação Cultural, dá especial atenção ao Brasil e acrescenta sessões de cinema à sua programação – que arranca em Maio e prolonga-se até Outubro.

TERRA - Música e Cinema do Mundo volta a abrir-se ao contacto com o público no dia 21 de Maio com o concerto de Selma Uamusse, cantora moçambicana há muito radicada em Portugal. Neste seu projecto em nome próprio, explora as raízes do seu país de origem, usando ritmos moçambicanos e letras em línguas nativas, combinando tudo com electrónica e com outras referências que espelham as suas diversas influências.
No ano passado, Selma Uamusse lançou o seu segundo disco, “Liwoningo”, uma das mais importantes edições do ano em Portugal, que foi produzido por Guilherme Kastrup, produtor premiado com um Grammy pelos álbuns da aclamada Elza Soares.
Esta é a primeira ligação ao Brasil, país que este ano merece especial atenção. Uma das novidades do TERRA em 2021 é a inclusão de um ciclo de cinema, com quatro longas-metragens, todas brasileiras e realizadas por mulheres, que serão exibidas no mesmo fim-de-semana dos quatro concertos do ciclo. A primeira proposta é “A Febre”, de Maya Da-Rin, que foi premiado no Festival de Cinema de Locarno, em 2019.
A ligação ao Brasil prolonga-se no segundo concerto (16 de Julho). AYOM, banda liderada pela brasileira Jabu Morales e construída por músicos de várias latitudes que se encontram na Península Ibérica. O seu disco de estreia, homónimo, é uma verdadeira Babel musical e foi recentemente nomeado como um dos melhores do ano na World Music pela revista Songlines.

TERRA encerra a 31 de Outubro com uma outra artista brasileira, Luedji Luna, baiana capaz de mesclar ritmos afro-brasileiros, R&B, jazz e blues, que, depois da estreia com “Um corpo no mundo” (2017), acaba de editar “Bom mesmo é estar debaixo d’água”, já premiado como melhor disco do ano nos Women’s Music Events Awards, no Brasil.
Antes disso, o ciclo de Música e Cinema do Mundo olha, pela primeira vez, para a Ásia. Inspirada pela colecção de arte chinesa antiga do Centro Internacional das Artes José de Guimarães, a Capivara Azul convidou Liu Fang, uma das mais eminentes solistas de pipa, instrumento tradicional chinês, para um concerto (1 de Outubro) que coincidirá com a inauguração do segundo ciclo expositivo do ano no museu.

Os bilhetes para cada um dos concertos têm preços entre os 5 euros (para portadores do Cartão Quadrilátero Cultural), 7,5 euros (menores de 30 anos e outros descontos A Oficina) e 10 euros (público geral) e dão acesso às exposições do CIAJG no dia do espetáculo bem como à sessão de cinema desse mesmo fim-de-semana. Os bilhetes para as sessões de cinema custam 3,5 euros, sendo a entrada gratuita para os associados do Cineclube de Guimarães.