Ouvir
Noite - Antena 1
Em Direto
Noite - Antena 1 Jorge Afonso

Discos

Marta Dias - “Um Beijo para Amanhã”

Edição a 31 de Março | Disco Antena 1

|

Marta Dias - “Um Beijo para Amanhã”

O Single Quero Ouvir Cantar"

Antecipando a edição de "Um Beijo para Amanhã", o seu novo álbum de originais, a cantora e compositora Marta Dias apresenta agora o quarto single retirado deste novo registo. Intitulado “Quero Ouvir Cantar”, o tema resulta do feliz cruzamento do universo tradicional português com o ritmo do baião brasileiro, numa estreita e inspirada colaboração. São cruzamentos a que Marta Dias já nos habituou, pois tem vindo a combinar, ao longo da sua carreira musical, as suas diversas influências culturais europeias e africanas.
“Quero Ouvir Cantar” possui uma origem invulgar, ou talvez não: surgiu durante uma insónia teimosa, que acabou por conduzir à vontade de celebrar a vida, ouvindo cantar.
De referir ainda que “Quero Ouvir Cantar” conta com a participação especial da cantora Ana Laíns, cujo percurso na música tradicional portuguesa, para além dos laços de amizade, fez dela a escolha natural para este dueto.


O Álbum "Um Beijo para Amanhã"

Com data de edição para dia 31 de Março, o álbum "Um Beijo para Amanhã" é composto por dez canções de inspiração luso-africana e brasileira, unidas pela língua portuguesa, que constituem um resumo dos cruzamentos musicais feitos por Marta Dias ao longo de uma carreira que se estende por mais de duas décadas, construída sobre a sua identidade africana e lusa, que, neste novo álbum, faz a síntese perfeita com a tradição brasileira.
Este álbum possui diversos convidados especiais: Ana Laíns e Ana Vieira nas vozes, João Frade no acordeão, e Edu Miranda no bandolim, que juntamente com Tuniko Goulart, foi responsável pelos arranjos e pela execução da maioria dos instrumentos deste disco.

Marta Dias possui um percurso musical que se estende por mais de duas décadas. Nascida em Lisboa, com ascendência santomense, goesa e portuguesa, Marta Dias tem vindo a cruzar, ao longo da sua carreira musical, as diversas influências culturais que lhe correm no sangue. Colaborou com nomes tão díspares como os Ithaka e General D ou Mestre António Chainho, com quem atuou aliás em digressões nacionais e internacionais que culminaram, em jeito de síntese destes anos de concertos e viagens, num álbum em parceria com o Mestre.