Annette de Leos Carax abre Cannes 2021
Adam Driver e Marion Cotillard em "Annette"

Cannes 2021  

"Annette" de Leos Carax abre Cannes 2021

O festival regressa de 6 a 17 de julho.

Artigo recomendado:
Annette de Leos Carax abre Cannes 2021
Cannes 2021
Cannes 2021: os prováveis que farão companhia a Paul Verhoeven e Wes Anderson A lista definitiva só será conhecida entre maio e junho, mas é possível adiantar alguns fortes candidatos a uma presença no desejado ...

O novo filme de Leos Carax, intitulado "Annette", vai abrir o festival de cinema de Cannes a 6 de julho, anunciou hoje a organização.

"Nove anos depois do espantoso 'Holy Motors', Leos Carax vai desvendar em Cannes o seu novo filme, o primeiro em língua inglesa, esperado com impaciência pelos cinéfilos de todo o mundo", adiantou a organização em comunicado.

Passado em Los Angeles, "Annette" conta a história de um humorista de uma cantora que vêem a sua vida mudar radicalmente após o nascimento da primeira filha, uma menina misteriosa chamada Annette.

Apelidado de visionário e enigmático, ao mesmo tempo poético e com uma imaginação transbordante, Leos Carax transcendeu de forma consistente os códigos e géneros cinematográficos para criar um mundo cheio de visões e fantasmas.

Com apenas 24 anos, Carax deu início a uma trilogia da qual emanava beleza urbana e noturna numa Paris mágica. Filmado em preto e branco, Paixões Cruzadas (1984) homenageou o cinema mudo, o universo de Cocteau e o cinema de Godard. Seguiu-se "Má Raça" (1986), uma ode ao ritmo e ao amor, com Denis Lavant, Juliette Binoche e Michel Piccoli. Em 1991, recriou todo um bairro parisiense e passou três anos a filmar "Os Amantes da Ponte Nova" uma ode ao amor apaixonado.

A uma pausa de oito anos sucedeu-se "Pola X" (1999). Em 2012, Leos Carax voltou à competição de Cannes com "Holy Motors", uma experiência cinematográfica sinuosa e saltitante entre a magia e a realidade, o quotidiano e a fantasia.

"O cinema de Carax releva os gestos possantes e as alquimias misteriosas que compõem o segredo da modernidade e da eternidade do cinema", disse, no mesmo comunicado, o diretor-geral do festival de Cannes, Thierry Frémaux.

A 74.ª edição do festival, prevista para 11 a 22 de maio, foi remarcada para o período de 6 a 17 de julho.
 
O anúncio da selecção oficial terá lugar cinco semanas antes, a 27 de maio.

No ano passado, o festival de Cannes também adiou a edição habitual em maio e organizou apenas uma versão especial, mais curta, em outubro.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2021