BAFTA Awards: mais um triunfo para Nomadland - Sobreviver na América
Quatro prémios BAFTA para "Nomadland", incluindo melhor filme

Mais Cinema  

BAFTA Awards: mais um triunfo para "Nomadland - Sobreviver na América"

O filme de Chloé Zhao venceu quatro das sete categorias para que estava nomeado.

"Nomadland - Sobreviver na América", nomeado em sete categorias, dominou a noite de entrega dos BAFTA Awards com quatro vitórias, incluindo melhor filme, melhor realização e melhor atriz.

Chloé Zhao tornou-se a segunda mulher e a primeira asiática a vencer a categoria de realização nos prémios da Academia Britânica das Artes Cinematográficas e da Televisão com a história de Fern (Frances McDormand) que, aos 60 anos, após perder tudo na mais recente crise económica, passa a viajar pela América numa autocaravana.

"Rocks", drama de uma adolescente abandonada que passa a viver na rua com o irmão, também partia com sete nomeações, mas venceu apenas dois prémios: melhor elenco e actriz revelação (Bukky Bakray). Anthony Hopkins ganhou o prémio de melhor actor, por "O Pai" enquanto nos secundários os BAFTA Awards foram para Daniel Kaluuya, por "Judas and the Black Messiah", e Yuh-Jung Youn, por "Minari". "Uma Miúda com Potencial" venceu nas categorias de melhor filme britânico e de melhor argumento original e "Druk - Mais Uma Rodada", foi considerado o melhor filme em língua não inglesa.

Este ano, a entrega dos BAFTA foi mudada de fevereiro para abril devido à COVID-19. Manteve a base no Royal Albert Hall, em Londres, mas estendeu-se por sábado e domingo, com as apresentações a decorrem num sistema misto, online e presencial.

Melhor filme: "Nomadland - Sobreviver na América"
Melhor atriz: Frances McDormand, "Nomadland - Sobreviver na América"
Melhor ator: Anthony Hopkins, "O Pai"
Melhor atriz secundária: Yuh-Jung Youn, "Minari"
Melhor ator secundário: Daniel Kaluuya, "Judas And The Black Messiah"
Melhor filme britânico: "Uma Miúda com Potencial"
Melhor primeira obra por um argumentista, realizador, ou produtor britânico: "His House", Remi Weekes (Argumentista/Realizador)
Melhor filme internacional: "Druk - Mais Uma Rodada"
Melhor documentário: "My Octopus Teacher"
Melhor filme de animação: "Soul"
Melhor realização: "Nomadland - Sobreviver na América", Chloé Zhao
Melhor argumento original: "Uma Miúda com Potencial", Emerald Fennell
Melhor argumento adaptado: "O Pai", Christopher Hampton, Florian Zeller
Melhor banda sonora original: "Soul", Jon Batiste, Trent Reznor, Atticus Ross
Melhor direcção de casting: "Rocks", Lucy Pardee
Melhor direção de fotografia: "Nomadland - Sobreviver na América", Joshua James Richards
Melhor montagem: "Sound Of Metal", Mikkel E.G. Nielsen
Melhor cenografia: "Mank", Donald Graham Burt, Jan Pascale
Melhor guarda-roupa: "Ma Rainey: A Mãe do Blues", Ann Roth
Melhor maquilhagem e cabelo: "Ma Rainey: A Mãe do Blues", Matiki Anoff, Larry M. Cherry, Sergio Lopez-Rivera, Mia Neal
Melhor som: "Sound Of Metal", Jaime Baksht, Nicolas Becker, Phillip Bladh, Carlos Cortés, Michelle Couttolenc
Melhores efeitos visuais: "Tenet", Scott Fisher, Andrew Jackson, Andrew Lockley
Melhor curta-metragem de animação:"The Owl And The Pussycat", Mole Hill, Laura Duncalf

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema