Cannes 2015 encerra com documentário sobre o aquecimento global

Cannes 2015  

Cannes 2015 encerra com documentário sobre o aquecimento global

"La Glace et le ciel" alerta para a necessidade de salvar o planeta.

Artigo recomendado:
Cannes 2015 encerra com documentário sobre o aquecimento global
Cannes 2015
"La Tête Haute" abre Cannes 2015 O festival abre pela segunda vez com uma longa metragem realizada por uma mulher.

O documentário "O Gelo e o Céu", do realizador Luc Jacquet, vencedor de um Oscar com "A Marcha dos Pinguins" será apresentado pela primeira vez na sessão de encerramento da edição 2015 do Festival de Cannes, a ter lugar no domingo, 24 de maio.

Na sua quarta longa-metragem, Jacquet evoca as descobertas do cientista Claude Loriu, que partiu em 1957 para estudar os glaciares da Antártida e, em 1965, foi o primeiro a manifestar preocupação com as consequências do aquecimento global no futuro do planeta.

Hoje, aos 82 anos, Loriu continua a ter esperança no futuro: "Creio que a humanidade vai mudar. O ser humano encontrará a solidariedade para conduzir os habitantes deste planeta a outro tipo de comportamento".

"Cannes é uma oportunidade imensa que se oferece a este filme e à sua mensagem", diz Jacquet. "Mostrar o filme no maior festival de cinema do mundo é contribuir para que a humanidade abrace com a maior rapidez possível este enorme desafio e garanta o seu futuro no planeta."

Luc Jacquet dedicou toda a carreira às questões da natureza e do ambiente com "A Marcha dos Pinguins" (2005), "Le Renard et l'enfant" (2007) e "Il était une forêt (2013) e criou mesmo uma ONG, a Wild Touch, para sensibilizar os mais jovens para o respeito e preservação do planeta.

De acordo com a organização do festival, Cannes, pretende, ao escolher este documentário para a sessão de encerramento da edição 2015, enviar uma mensagem de apoio aos que alertam para os problemas ambientais e endereçar desejos de sucesso para a próxima Conferência do Clima - que decorrerá em Paris, de 30 de novembro a 11 de dezembro.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2015