Cannes 2021: Diários de Otsoga de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro na Quinzena dos Realizadores

Cannes 2021  

Cannes 2021: "Diários de Otsoga" de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro na Quinzena dos Realizadores

A secção paralela organizada pela Sociedade Francesa de Realizadores decorre de 7 a 17 de julho, em simultâneo com o resto do festival.

Artigo recomendado:
Cannes 2021: Diários de Otsoga de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro na Quinzena dos Realizadores
Cannes 2021
"Velocidade Furiosa 9" com sessão especial em Cannes A sessão decorrerá na praia e será aberta à população da cidade francesa onde decorre o festival, de 6 a 17 de julho.

Foi divulgada esta terça-feira a lista de filmes da 53.ª Quinzena dos Realizadores, secção que decorre em paralelo com o Festival de Cannes. Entre as 24 longas-metragens encontra-se "Diários de Otsoga", de Maureen Fazendeiro e Miguel Gomes, rodado em 2020 já em plena pandemia, com os atores Crista Alfaiate, Carloto Cotta e João Nunes Monteiro. O argumento é de Mariana Ricardo com Maureen Fazendeiro e Miguel Gomes.

De acordo com a produtora O Som e a Fúria, a estreia comercial portuguesa está marcada para 19 de agosto.

A Quinzena dos Realizadores, programa paralelo e não competitivo do Festival de Cannes, decorre de 7 a 17 de julho, em simultâneo com o resto do certame.

Este será um regresso de Miguel Gomes à Quinzena de Realizadores, onde já apresentou "Aquele querido mês de agosto", em 2008, e "As mil e uma noites", em 2015.

Entre as curtas-metragens selecionadas para a Quinzena de Realizadores conta-se ainda "Sycorax", do espanhol Lois Patiño e do argentino Matías Piñeiro, a partir de uma obra de Shakespeare. O filme foi rodado nos Açores, resultado de uma residência artística, com coprodução portuguesa da Bando À Parte, de Rodrigo Areias.

Na programação da Quinzena de Realizadores estará também "Medusa", da brasileira Anita Rocha da Silveira, e será ainda atribuído o prémio de carreira ao realizador norte-americano Frederick Wiseman, de 91 anos.

O filme de abertura será "Between two worlds", de Emmanuel Carrère, com Juliette Binoche.

Este ano, o Festival de Cinema de Cannes, assim como os programas paralelos Quinzena de Realizadores e Semana da Crítica, foram reprogramados para julho, devido à pandemia.

A lista completa de filmes é a seguinte:


LONGAS METRAGENS


"A Chiara", de Jonas Carpignano

"A Night of Knowing Nothing" de Payal Kapadia (primeira obra)

"Ali & Ava", de Clio Barnard

"Clara Sola", de Nathalie Álvarez Mesen (primeira obra)

"De bas étage", de Yassine Qnia (primeira obra)

"Diários de Otsoga", de Miguel Gomes et Maureen Fazendeiro

"El empleado y el patron", de Manuel Nieto Zas

"Entre les vagues", de Anaïs Volpé

"Europa", de Haider Rashid

"Futura", de Pietro Marcello, Francesco Munzi e Alice Rohrwacher

"Întregalde", de Radu Muntean

"Jadde khaki", de Panah Panahi (primeira obra)

"Les Magnétiques", de Vincent Maël Cardona (primeira obra)

"Luaneshat e kodrës", de Luàna Bajrami (primeira obra)

"Medusa", de Anita Rocha da Silveira

"Mon légionnaire", de Rachel Lang (filme de encerramento)

"Murina", de Antoneta Alamat Kusijanović (primeira obra)

"Neptune Frost", de Saul Williams e Anisia Uzeyman

"Ouistreham", de Emmanuel Carrère (filme de abertura)

"Re Granchio", de Alessio Rigo e Righi et Matteo Zoppis

"Retour à Reims (Fragments)", de Jean-Gabriel Périot

"Yong an zhen gu shi ji" (Ripples of Life), de Shujun Wei

"Face à la mer", de Ely Dagher (primeira obra)


SESSÃO ESPECIAL

"The Souvenir", de Joanna Hogg
 

CURTAS METRAGENS

"Anxious Body", de Yoriko Mizushiri

"El Espacio sideral" (The Sidereal Space) de Sebastián Schjaer
17 min

"Simone est partie", de Mathilde Chavanne

"Sycorax", de Lois Patiño e Matías Piñeiro

"La Chambre des parents", de Diego Marcon

"The Vandal", de Eddie Alcazar

"Train Again", de Peter Tscherkassky

"Quand la Nuit rencontre l’Aube", de Andreea Cristina Borțun

CARROSSE D'OR

"Monrovia, Indiana", de Frederick Wiseman

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2021