Cannes 2021: os filmes da seleção oficial

Cannes 2021  

Cannes 2021: os filmes da seleção oficial

Os organizadores do Festival de Cannes revelaram hoje os títulos presentes na seleção oficial da 74.ª edição.

Artigo recomendado:
Cannes 2021: os filmes da seleção oficial
Cannes 2021
Cannes 2021 atrasa para julho Depois da anulação em 2020, a edição deste ano também sofre alterações com a COVID19.

Cannes está de volta! Thierry Fremaux e Pierre Lescure, diretores do festival, anunciaram esta manhã os títulos da seleção oficial a partir de uma das salas do cinema UGC Normandie, em Paris, em direto para a televisão e internet e na presença de um número reduzido de jornalistas.

Para já, foram 24 as longas-metragens anunciadas para a competição, mais 18 para a segunda secção, Un Certain Regard, seis fora de competição, uma dezena de antestreias e cinco sessões especiais complementadas por uma sessão da meia-noite. Uma lista que, como é costume, será reforçada ao longo das próximas semanas. Em falta, por exemplo, está o filme da sessão de encerramento, mais o "blockbuster planetário" (palavras de Fremaux) prometido por um grande estúdio norte-americano, a exibir ao ar livre, na praia, e uma, ou outra obra de última hora repartida pelas diversas secções.

O público, a imprensa, estrelas e cineastas vão poder regressar à área da Croisette e aos restantes pólos do evento, este ano obrigado a alargar o raio de ação para assegurar que há espaço e distância para todos.

A segurança sanitária continua a ser uma prioridade destes tempos de COVID-19. Quem ainda não estiver vacinado terá de efetuar um teste PCR salivar a cada 48 horas. O festival disponibiliza um laboratório no local, com testes gratuitos para todos. Quanto às lotações das salas, tudo depende da evolução das políticas de desconfinamento do governo francês. Novidades são esperadas para os próximos dias.

A 74.ª edição do Festival de Cinema de Cannes decorre de 6 a 17 de julho.


74.º FESTIVAL DE CANNES - SELEÇÃO OFICIAL

COMPETIÇÃO

Annette, Leos Carax (França) *filme de abertura
A Feleségem Története (The Story Of My Wife), Ildikó Enyedi (Hungria)
Benedetta, Paul Verhoeven (Holanda)
Bergman Island, Mia Hansen-love (França)
Drive My Car, Ryusuke Hamaguchi (japão)
Flag Day, Sean Penn (EUA)
Ha'berech (Le Genou D’Ahed), Nadav Lapid (Israel)
Haut et Fort, Nabil Ayouch (Marrocos)
Hytti Nro. 6 (Compartment No.6), Juho Kuosmanen (Finlândia)
The Worst Person In The World, Joachim Trier (Noruega)
La Fracture, Catherine Corsini (França)
Les Intranquilles, Joachim Lafosse (Bélgica)
Les Olympiades, Jacques Audiard (França)
Lingui, Mahamat-Saleh Haroun (Chade)
Memoria, Apichatpong Weerasethakul (Tailândia)
Nitram, Justin Kurzel (Austrália)
France, Bruno Dumont (França)
Petrov’s Flu, Kirill Serebrennikov (Rússia)
Red Rocket, Sean Baker (EUA)
Tthe French Dispatch, Wes Anderson (EUA)
Titane, Julia Ducournau (França)
Tre Pianni, Nanni Moretti (Itália)
Tout S’est Bien Passé, François Ozon (França)
A Hero, Asghar Farhadi (Irão)

UN CERTAIN REGARD

Moneyboys, C.B Yi (Áustria) Primeira Obra
Blue Bayou, Justin Chon (EUA)
Freda, Gessica Généus (Haiti) Primeira Obra
Delo, Alexey German Jr. (Rússia)
Bonne Mère, Hafsia Herzi (França)
Noche de Fuego, Tatiana Huezo (México)
Lamb, Valdimar Jóhansson (Islândia) Primeira Obra
Commitment Hasan, Hasan Semih Kaplanoglu (Turquia)
After Yang, Kogonada (EUA)
Et Il Y Eut Un Matin, Eran Kolirin (Israel)
Unclenching the Fists, Kira Kovalenko (Rússia)
Women Do Cry, Mina Mileva e Vesela Kazakova (Bulgária)
Rehana Maryam Noor, Abdullah Mohammad Saad (Bangladesh)
Great Freedom, Sebastian Meise (Áustria)
La Civil, Teodora Ana Mihai (Roménia, Bélgica) Primeira Obra
Gaey Wa'r Na Jiazuo (China) Primeira Obra
The Innocents, Eskil Vogt (Noruega)
Un Monde, Laura Wandel (Bélgica) Primeira Obra

FORA DE COMPETIÇÃO


De Son Vivant, Emmanuelle Bercot (França)
Emergency Declaration, Han Jae-Rim (Coreia do Sul)
The Velvet Underground, Todd Haynes (EUA)
Bac Nord, Cédric Jimenez (França)
Aline, Valérie Lemercier (França)
Stillwater, Tom McCarthy (EUA)

SESSÕES DA MEIA-NOITE

Oranges Sanguines, Jean-Christophe Meurisse (França)

ANTESTREIAS DE CANNES

Serre Moi Fort, Mathieu Amalric (França)
Cow, Andrea Arnold (Reino Unido)
Cette Musique Ne Joue Pour Personne, Samuel Benchetrit (França)
Tromperie, Arnaud Desplechin (França)
Jane Par Charlotte, Charlotte Gainsbourg (França) Primeira Obra
In Front of Your Face, Hong Sang-Soo (Coreia do Sul)
Mothering Sunday, Eva Husson (França)
Evolution, Kornél Mundruczo (Hungria)
Val, Ting Poo e Leo Scott (EUA)
JFK Revisited: Through the Looking Glass, Oliver Stone (EUA)

SESSÕES ESPECIAIS


O Marinheiro das Montanhas, Karim AÏNOUZ (Brasil)
Cahiers Noirs, Shlomi Elkabetz (Israel)
Baby Yar. Contexte, Sergei Loznitsa (Ucrânia)
H6, Yé Yé (França) Primeira Obra
The Year of Everlasting Storm, Jafar Panahi (Irão), Anthony Chen (Singapura), Malik Vitthal (EUA), Laura Poitras (EUA), Dominga Sotomayor (Chile), David Lowery (EUA), e Apichatpong Weerasethakul (Tailândia)

por
publicado 12:57 - 03 junho '21

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2021