Daniel Day-Lewis já não quer ser ator

Mais Cinema  

Daniel Day-Lewis já não quer ser ator

Três vezes vencedor de um Oscar, o ator britânico informou que vai deixar a representação.

Daniel Day-Lewis não voltará a trabalhar como ator, disse terça-feira Lesleee Dart, relações públicas do triplo vencedor do Oscar, num comunicado à imprensa.

"Daniel Day-Lewis não voltará a trabalhar como ator. Está imensamente grato a todos os seus colaboradores e público ao longo dos muitos anos. Esta decisão é privada e nem ele nem os seus representantes farão qualquer comentário adicional sobre o assunto", refere o comunicado.

Se esta decisão se mantiver, a última vez que será possível ver Day-Lewis nos ecrãs acontecerá no próximo natal, altura em que será estreado o próximo filme de Paul Thomas Anderson, ainda sem título definitivo. Day-Lewis irá interpretar um estilista na Londres dos anos 50 do século XX.

Cinco vezes nomeado para o Oscar de melhor ator, Day-Lewis venceu por três vezes, primeiro com "O Meu Pé Esquerdo", em 1989, depois com "Haverá Sangue", em 2007, e finalmente em 2012 pelo papel de Abraham Lincoln, no filme de Steven Spielberg.

Não é a primeira vez que o britânico anuncia a sua retirada. A primeira aconteceu em finais dos anos 90. Só cinco anos depois regressou, pela mão de Martin Scorsese, para interpretar um carismático e violento líder de gangue na Nova Iorque de meados do século XIX, em "Gangues de Nova Iorque".

por
publicado 19:36 - 21 junho '17

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema