Decision to Leave: Park Chan-wook deixa a violência para trás

Cannes 2022  

"Decision to Leave": Park Chan-wook deixa a violência para trás

O realizador coreano trouxe a Cannes um policial tranquilo e pleno de romance entre um detetive e uma suspeita de homicídio.

O famoso cineasta sul-coreano Park Chan-wook, mais conhecido pela sua brutal trilogia da vingança, cobre novo terreno com a sua última participação a concurso em Cannes, "Decisão de Partir".

Thriller romântico sobre um detective e uma mulher suspeita de homicídio que se apaixonam um pelo outro apresenta, ao contrário da expectativa de alguns, muito pouca violência.

"Quando algo não está no filme, perguntam porque não está lá e vice-versa", brinca Park quando questionado na conferência de imprensa em Cannes sobre se o filme marca o início de uma nova direcção para ele.

"Quando comecei a preparar-me, queria fazer um filme para adultos. Todos disseram: 'Oh, vai ser um filme realmente erótico e sensual', e eu pensei como é estranho que isso seja o que as pessoas esperam quando digo que desejo fazer um filme para adultos. Por isso, fiz exactamente o contrário".

Park Hae-il é o protagonista, na pele do detective Hae-joon que investiga a morte de um alpinista que caiu do pico de uma montanha. Ao conhecer a esposa do homem, uma mulher misteriosa de origem chinesa, as suspeitas de Hae-joon crescem quando ela não mostra sinais de choque pela sua perda. Começa a observá-la e, com o tempo, os dois desenvolvem sentimentos um pelo outro.

"Há muitas histórias policiais, mas são normalmente rudes, muito violentas e, neste caso, o detective é honesto e gentil. Não usa a violência, ou pelo menos usa-a o mínimo possível para resolver estes mistérios", acrescenta o actor Park Hae-il. "Através da minha actuação quis retratar um novo tipo de polícia", disse o actor.

"Decisão de Partir" é o quarto filme de Park em Cannes, com "OldBoy" de 2004 a ganhar o Grande Prémio do festival e "Thirst - Este é o meu Sangue" a levar o Prémio do Júri em 2009. É um dos 21 títulos que concorrem à maior honra do festival, a Palma de Ouro, este ano.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2022