Festival FEST regressa a Espinho em junho

Cinema PortuguêsFestival  

Festival FEST regressa a Espinho em junho

O festival dedicado a novos realizadores e novos filmes, decorre na segunda quinzena de junho.

Foi anunciada esta quinta-feira a décima terceira edição do FEST - Festival Novos Realizadores | Novo Cinema, a ter lugar em Espinho entre os dias 19 e 26 de junho.

Quarenta países de diferentes pontos do globo estarão representados nas diferentes competições ara longas e curtas metragens que pretendem olhar para os nomes emergentes das cinematografias europeias e mundiais.

A abertura do evento será dada pela estreia nacional de "Tom of Finland", a longa metragem sueca sobre a vida e obra de Touko Valio Laaksone, o artista que revolucionou a arte homoerótica mundial.

Em concurso para o Lince de Ouro, o principal galardão do festival, dedicado a primeiras e segundas obras nos géneros de ficção e documentário,de realizadores nacionais e internacionais, vão estar "As You Are", vencedor do prémio do Júri em Sundance; "Park", um olhar pela falta de rumo da Grécia contemporânea; "The Invisible Hand", uma crítica severa às relações de trabalho na era da austeridade em Espanha; "Road Movie", um controverso documentário que pretende ser uma janela aberta para a Rússia moderna; o retrato próximo sobre o dia-a-dia de um hospital psiquiátrico em "Icon"; a vida de um paciente com uma doença degenerativa em "The Nature of Things"; "Sacred Water", uma visão sobre a sexualidade feminina no Ruanda; o retrato de uma história de violação em "Filthy"; as rotinas urbanas e capitalista, em "8:30"; a paranóia e as lutas internas entre o bem e o mal de "Needle Boy" e o elevado preço da compaixão na sociedade chinesa em "Old Stone".

Na segunda secção competitiva, que atribui o Lince de Prata e se destina a curtas metragens nacionais e internacionais, produzidas por realizadores até aos 30 anos, nos géneros de ficção, documentário, animação e cinema experimental, destaca-se a presença da curta documental "Voyeur", do português Pedro Florêncio; as curtas de ficção "Por Diabos", de Carlos Amaral, e "The Fear Instalation", de Ricardo Leite; e a curta de animação "Patrioska", assinada por Tiago Araújo. Nas curtas experimentais, o cinema português está representado por "Dois", uma realização de João Pedro Barriga.

O FEST integrará ainda uma secção infanto-juvenil dedicada às famílias (FESTinha), uma competição nacional de curtas-metragens (Grande Prémio Nacional) e um prémio para obras de realizadores que estão a sair das faculdades (NEXXT).

Nas vertentes não competitivas, destaque ainda ao foco sobre o cinema iraniano e grego, através de uma selecção de 12 filmes na secção Flavours of The World. O espaço de reflexão sobre a realidade sócio-económica da Europa é também uma das tónicas de programação na secção Be Kind Rewind. Partindo da parceria com o projecto Off The Wall, chegam a Espinho três filmes que pensam a emigração, a xenofobia e a crise económica através do olhar de jovens cineastas italianos, gregos e espanhóis.

por
publicado 18:35 - 25 maio '17

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema PortuguêsFestival