Kusturica em destaque no LEFFEST
"O Tempo dos Ciganos" valeu a Kusturica um prémio de realização em Cannes

LEFFEST 2016  

Kusturica em destaque no LEFFEST

Emir Kusturica, nascido em Sarajevo em 1954, é um dos autores homenageados no Lisbon & Estoril Film Festival — "O Tempo dos Ciganos" pode servir de símbolo exemplar do seu cinema, sempre entre a pulsão realista e o delírio fantástico.

Cineasta nascido em Sarajevo (no ano de 1954), Emir Kusturica é autor de uma obra em que as convulsões históricas dos Balcãs — e, nessa medida, a questão visceral da pertença a uma pátria — ecoam de forma radical, num permanente ziguezague entre a farsa e a tragédia. Presente no Lisbon & Estoril Film Festival, Kusturica tem no certame uma retrospectiva que vai de "Lembras-te de Dolly Bell?" (1981) ao recentíssimo "The Milky Road", em que partilha o protagonismo com Monica Bellucci.

"O Tempo dos Ciganos" (1988), que lhe valeu um prémio de realização em Cannes, poderá ser tomado como símbolo exemplar de uma obra em que a questão da identidade se coloca sempre no cruzamento do individual e do colectivo, do afectivo e do político.


Esta é a história do jovem Perhan (Davor Dujmovic) e da sua comunidade de ciganos — apaixonado pela vizinha, tentando superar as precárias condições da sua existência, vai arrastar todos os que lhe são próximos para uma odisseia que tem tanto de realista como de fantástico.

Essa será, aliás, uma marca essencial do universo de Kusturica — muito para além de qualquer simplismo "etnográfico", ele celebra a pluralidade da vida humana, numa visão em que o desencanto dos factos não exlui, antes parece atrair, os artifícios mais festivos.

* Nimas, dia 13, 16h30

por
publicado 14:04 - 13 novembro '16

Recomendamos: Veja mais Artigos de Festival