Monte Hellman (1929-2021)

Obituário  

Monte Hellman (1929-2021)

Tarantino chamou-lhe "grande artista da arte cinematográfica e um poeta minimalista".

O realizador norte-americano Monte Hellman, autor dos filmes "A Estrada Não Tem Fim" e "Sem Destino", morreu terça-feira aos 91 anos, em Palm Desert, Califórnia (EUA), revelou a revista Variety.

Monte Hellman, figura do cinema independente norte-americano, recebeu um Leão de Ouro especial em Veneza em 2010, quando estreou o filme "Road to nowhere - Sem Destino".

Hellman, nascido em Nova Iorque, em julho de 1929, fez os primeiros filmes nos anos 1960, produzidos por Roger Corman e com baixo orçamento. Entre essas primeiras obras estão "O Furacão" e "Duelo no Deserto", ambos de 1966 e protagonizados por Jack Nicholson.

Em 1971, assinou "A Estrada Não Tem Fim", um 'road-movie' com James Taylor e Dennis Wilson, que é considerado um dos mais célebres da curta cinematografia.

A última longa-metragem seria "Road to nowhere - Sem Destino", que Monte Hellman apresentou em Portugal em 2012, numa homenagem e retrospetiva que o Lisbon & Estoril Film Festival lhe dedicou e onde realizou uma 'masterclasse'.

"Teve um longo romance com os directores de fotografia europeus e o seu domínio da luz natural, e despertava uma enorme devoção nos atores com quem trabalhava", afirmou hoje o produtor Paulo Branco, em comunicado, recordando a passagem de Monte Hellman pelo festival que dirige.

Em 2013, Paulo Branco chegou a anunciar um projeto cinematográfico com Monte Hellman, intitulado "Love or die", e que deveria ser rodado em Lisboa, mas não chegou a ser concretizado.

Monte Hellman, que fez parte da produção de "Cães Danados" (1992), de Quentin Tarantino, participou em 2013 no filme coletivo "Venice 70: Future Reloaded".

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Obituário