Morreu Sue Lyon, a Lolita de Kubrick
Sue Lyon: uma carreira centrada no filme "Lolita"

Obituário  

Morreu Sue Lyon, a "Lolita" de Kubrick

Para a história dos filmes, Sue Lyon ficou como a figura central de "Lolita", o filme de Stanley Kubrick adaptado do romance homónimo de Vladimir Nabokov — a actriz americana faleceu aos 73 anos de idade.

Um filme bastou para a fazer entrar no Olimpo cinematográfico: Sue Lyon, a intérprete de "Lolita" (1962), de Stanley Kubrick, faleceu no dia 26 de Dezembro, em Los Angeles — contava 73 anos.

Nascida em 1946, em Davenport, Iowa, inha 14 anos quando Kubrick a escolheu para interpretar Lolita, a personagem que suscita a paixão obsessiva do prof. Humbert Humbert (interpretado por James Mason). Ao adaptar o romance homónimo de Vladimir Nabokov, Kubrick sabia que estava a desafiar as normas figurativas e morais de Hollywood, tendo por isso alterado a idade da personagem: 12 anos no livro, 15 no filme.


"Lolita" valeu-lhe um Globo de Ouro de revelação de 1962, mas não bastou para consolidar uma carreira para lá dos tempos da adolescência. Ainda surgiu em alguns títulos marcantes da época, incluindo "A Noite de Iguana" (1964), adaptação da peça de Tennessee Williams em que contracenava com Richard Burton e Ava Gardner sob a direcção de John Huston, e "Sete Mulheres" (1966), obra final de John Ford, com Ann Bancroft e Margaret Leighton.

O certo é que, na impossibilidade de "repetir" a performance de "Lolita", foi sendo solicitada para papéis cada vez menos interessantes, tanto em cinema como em televisão. Depois de várias produções irrelevantes, em 1980 participou em "A Fera", uma banal história de terror assinada por Lewis Teague — nunca mais voltou a filmar.
_____

PS: Em 1997, Adrian Lyne dirigiu uma nova versão de "Lolita", com Dominique Swain (Lolita) e Jeremy Irons (Humbert).

por
publicado 02:48 - 29 dezembro '19

Recomendamos: Veja mais Artigos de Obituário