Morreu Vangelis, compositor da banda sonora de Momentos de Glória e Blade Runner

Obituário  

Morreu Vangelis, compositor da banda sonora de "Momentos de Glória" e "Blade Runner"

Vangelis, compositor grego de música electrónica vencedor do Óscar para melhor banda sonora original em 1981 com "Momentos de Glória", morreu aos 79 anos.

O escritório de advogados que representava o compositor afirma que morreu terça-feira ao fim do dia, sem dar mais pormenores.

Num post no Twitter, o primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis apelidou Vangelis de "um pioneiro do som electrónico".

"Ad astra, Vangelis" - latim para "às estrelas" - tweetou a NASA, dizendo que Vangelis contribuiu com partituras para as suas explorações em Júpiter.

Nascido Evangelos Odysseas Papathanassiou, em 1943, o jovem Vangelis desenvolveu desde cedo um interesse pela música, experimentando com sons produzidos por panelas e frigideiras, ou através de pregos, vidro e outros objectos às cordas do piano dos seus pais.

Absorveu os tons das canções populares gregas e da música coral cristã ortodoxa, mas não teve qualquer formação musical formal, o que mais tarde disse ter ajudado a salvar o seu sentido de criatividade.

Após um começo nas bandas de rock locais, Vangelis partiu para Paris aos 25 anos, juntando-se ao êxodo de jovens artistas após o golpe de Estado de 1967 que instalou uma junta militar na Grécia.

Longe de casa, foi atraído pelo então novo campo de sintetizadores electrónicos que lhe permitiu criar as exuberantes cores melódicas que se tornaram o seu som de marca.

Apesar de ter tido sucesso na cena europeia de "prog rock" do início dos anos 70 com os Child of Afrodite, banda que formou com o colega músico grego Demis Roussos, Vangelis sentiu-se desconfortável com as expectativas de um artista comercial e retirou-se em grande parte para o estúdio de gravação que criou em Londres.

Foi lá que escreveu a partitura para "Momentos de Glória", a história do triunfo de um grupo de corredores britânicos nos Jogos Olímpicos de 1924.

Desavergonhadamente não-contemporâneo, as suas batidas pulsantes de sintetizador e a sua melodia em ascensão fizeram da sequência de abertura em câmara lenta de um grupo de atletas que corriam ao longo de uma praia um modelo para a forma como o cinema retrata o desporto.

Vangelis disse uma vez que a música que lhe valeu um prémio da Academia e encabeçou as tabelas de vendas durante semanas, era em parte uma homenagem ao pai, que tinha sido um empenhado atleta amador. Ao mesmo tempo, exibia um ligeiro desdém pela enorme popularidade de que gozava.

"É apenas mais uma peça de música", disse a um entrevistador.

O sucesso de "Momentos de Glória" ofuscou as suas outras obras, mas Vangelis escreveu a música para uma série de outros grandes filmes, incluindo "Missing", realizado pelo seu compatriota Costa-Gavras, e o thriller futurista de Ridley Scott "Blade Runner".

Foi um prolífico compositor ao longo de muitas décadas, com um trabalho que variou entre a música para anúncios publicitários, bandas sonoras de filmes, composições elaboradas ao estilo sinfónico e composições pop como no caso da sua colaboração com Jon Anderson, vocalista do grupo Yes.

Manteve-se sempre cauteloso quanto ao sucesso comercial, tendo uma vez dito que nunca viu a música como um mero entretenimento.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Obituário