Mulher invade passadeira vermelha em protesto pelas violações na Ucrânia

Cannes 2022  

Mulher invade passadeira vermelha em protesto pelas violações na Ucrânia

Uma ativista pintada com as cores da Ucrânia foi expulsa da passadeira vermelha de Cannes durante a apresentação do filme "Three Thousand Years of Longing".

A guerra na Ucrânia voltou a concentrar os holofotes de Cannes na sexta-feira, quando uma manifestante semi nua, pintada de azul e amarelo foi expulsa da passadeira vermelha.

A mulher não identificada arrancou o vestido revelando as cores da bandeira ucraniana, com as palavras "Parem de nos violar" estampadas no seu abdómen e com marcas de mão vermelhas nas nádegas.

Os elementos da segurança envolveram-na rapidamente num casaco, e retiraram-na do local diante dos convidados perplexos.

O breve protesto teve lugar durante a estreia mundial do filme "Three Thousand Years of Longing", com as estrelas Idris Elba e Tilda Swinton prestes a chegar e a percorrer os famosos degraus do Palácio dos Festivais.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2022