Oscars 2016: que esperar?

Oscar 2016  

Oscars 2016: que esperar?

Acusações de falta de diversidade e ameaças de boicote não fazem parar os Oscars. Domingo à noite lá estarão as maiores estrelas do planeta cinematográfico para entregar e receber as estatuetas douradas.

Artigo recomendado:
Oscars 2016: que esperar?
Oscars
E o Oscar (não) vai para... Quem vai ganhar os Oscars? Leonardo DiCaprio é um vencedor seguro? Alejandro González Iñárritu vai ser o melhor realizador pelo segundo ano ...

A academia de cinema dos EUA distribui domingo (madrugada de domingo para segunda, em Portugal) os seus prémios anuais, os mais importantes e conceituados da sétima arte.

Envolta em controvérsia e ameaças de boicote devido à ausência de atores negros entre os nomeados deste ano, a AMPAS, predominantemente branca, masculina e de gostos conservadores, mas liderada por uma mulher afroamericana, Cheryl Boone Isaacs, prometeu mudanças numa declaração oficial emitida a 18 de janeiro.

Outro afroamericano, Chris Rock, apresenta o espectáculo. Após recusar o boicote sugerido por pelo casal Will Smith e Jada Pinkett Smith e pelo realizador Spike Lee, e sob pressão por parte da imprensa e da opinião pública, até que ponto irá Rock enfrentar o assunto de frente no monólogo inicial?

A 23 de janeiro, um dos novos produtores da cerimónia dos Oscars, Reginald Hudlin, disse ao Entertainment Tonight que o anfitrião reescreveu o monólogo de forma a incluir o novo tema e que "a Academia está preparada para esse facto. Estão empolgados. Sabem que é disso que precisamos. É isso que o público espera e nós proporcionamos aquilo que o público deseja".

A relações públicas de Rock, Leslie Sloan, reagiu com rapidez: "ainda não foram tomadas decisões sobre os conteúdos do programa" e "tudo será revelado a 25 de fevereiro. Não faremos mais comentários sobre este assunto", afirmou em declarações ao The Hollywood Reporter.

Na sua conta no Twitter, Rock falou de "blackout", expressão com duplo sentido que significa ao mesmo tempo que não tenciona falar sobre o tema e relembra que os atores e realizadores negros estão fora dos finalistas que irão disputar as estatuetas em 24 categorias.

O resto será uma cerimónia não muito diferente das anteriores. A chegada dos convidados à passadeira vermelha terá lugar a partir das 17h30, hora local. Sentadas as estrelas, às 20h30 é a vez de Chris Rock entrar em cena com o aguardado monólogo. Segue-se uma sucessão de apresentadores, homenagens, canções nomeadas e entregas de estatuetas aos vencedores em cada uma das 24 categorias.

Na longa lista de nomes que subirão ao palco encontram-se Morgan Freeman, John Legend, J.J. Abrams, Sacha Baron Cohen, Henry Cavill, Patricia Arquette, Cate Blanchett, Emily Blunt, Louis C.K., Steve Carell, Russell Crowe, Benicio del Toro, Chris Evans, Tina Fey, Ryan Gosling, Michael B. Jordan, Lady Gaga, Jared Leto, Eddie Redmayne, J.K. Simmons, Charlize Theron, Sofia Vergara, Kerry Washington e Reese Witherspoon.

Rara pausa no desfile de talentos do cinema será a presença do vice-presidente Jon Biden, destacado para apresentar Lady Gaga que irá cantar “Til It Happens to You”, do documentário "The Hunting Ground", sobre as violações em campus universitários, um tema caro a Biden desde os seus tempos como senador.

O espectáculo da 88ª cerimónia de entrega dos Oscars terá lugar domingo, 28 de fevereiro, no Dolby Theatre do Hollywood & Highland Center, em Hollywood, e será transmitido em direto para 225 países pelo canal norte-americano ABC.

Os Oscars em números


  • Número de membros votantes na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas: 6261.
  • Países onde a cerimónia é transmitida: mais de 225.
  • Filmes elegíveis este ano para o Oscar de melhor filme: 305.
  • Países que enviaram candidaturas para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro: 80.
  • Número de estatuetas concedidas aos Oscars anteriores: 51.
  • Número de categorias dos Oscars: 24.
  • Altura da estatueta: 34,2cm.
  • Peso de cada estatueta de 3,9Kg.
  • Estatuetas entregues desde a primeira cerimónia em 1929: 3.001.
  • Número de lugares destinados aos fãs nas arquibancadas ao longo da passadeira vermelha: 745.
  • Comprimento da passadeira vermelha: 152 metros.
  • Dolby Theatre Capacidade: 3.401 lugares.
  • Pessoa que apresentou a cerimónia mais vezes: Bob Hope (19 vezes).
  • Pessoa ainda viva com maior número de nomeações: John Williams, compositor da banda sonora original de "Star Wars: O Despertar da Força), este ano nomeado pela 50ª vez.
  • Data da primeira transmissão televisiva dos Oscars: 19 de março de 1953.
  • Transmissão mais longa: 4h23 (2002).
  • Tranmissão mais curta: 1h40 (1959).

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Oscar 2016