Peter Handke no LEFFEST: enigmáticas emoções
Peter Handke — escritor, dramaturgo, cineasta

LEFFEST 2016  

Peter Handke no LEFFEST: enigmáticas emoções

O escritor austríaco Peter Handke está na lista de convidados do LEFFEST — entre os seus filmes que será possível (re)descobrir inclui-se "A Mulher Canhota" (1978), com Edith Clever.

Artigo recomendado:
Peter Handke no LEFFEST: enigmáticas emoções
LEFFEST 2016
Godard no LEFFEST: o velho e o novo A retrospectiva integral de Jean-Luc Godard anunciada para o Lisbon & Estoril Film Festival é mais do que um ciclo de autor — é também uma ...

Nascido na Áustria, em 1942, o escritor e dramaturgo Peter Handke tem a sua biografia cinematográfica indissociavelmente ligada à obra de Wim Wenders — como argumentista, o seu nome surge em títulos tão emblemáticos como "Movimento em Falso" (1975) e "As Asas do Desejo" (1987). Mas importa não esquecer que ele é também um realizador, pouco frequente, é certo, mas de notável sobriedade.

Na programação do Lisbon & Estoril Film Festival, será possível (re)descobrir alguns momentos fundamentais do trabalho de Handke, incluindo esse filme magnífico e raro que é "A Mulher Canhota", uma realização de 1978, protagonizada pela extraordinária Edith Clever que, dois anos antes, interpretara o papel principal de "A Marquesa d'O", de Eric Rohmer.


A sinopse de "A Mulher Canhota" tem tanto de linear como de "indecifrável": uma mulher separa-se do marido, fica a viver com o filho e todo o universo à sua volta parece envolvido numa teia de estranheza e agressividade... O certo é que, a partir de dados tão rudimentares, Handke vai revelando enigmáticas emoções em que, no limite, a protagonista testa a percepção da sua própria identidade íntima e social.

"A Mulher Canhota" constitui um belíssimo exemplo de um cinema que permanece interessado numa certa dimensão psicológica, nada psicologista, da sua própria dramaturgia. Quase 40 anos depois, é um objecto de uma tocante actualidade.
> Nimas, dia 5, 14h30 [cópia restaurada]. 

  • Peter Handke no LEFFEST: enigmáticas emoções
    Veneza 2016
    Um homem, uma mulher, o paraíso
    Wim Wenders retoma a escrita de Peter Handke num filme reflexivo em 3D sobre as diferenças entre homem e mulher.
por
publicado 01:13 - 04 novembro '16

Recomendamos: Veja mais Artigos de Festival