Racismo e privilégio - a herança de Reagan

Cannes 2022  

Racismo e privilégio - a herança de Reagan

O director do "Armageddon Time" diz que as sementes dos conflitos sociais de hoje provêm do racismo da era Reagan.

"Armageddon Time", de James Gray, filme exibido quinta-feira no Festival de Cannes, aponta o dedo ao racismo dos anos de presidência de Ronald Reagan algo que, de acordo com o realizador americano, preparou o palco para as actuais tensões sociais.

"Não posso dizer que tenha causado as coisas que me amedrontam hoje em dia, mas as sementes foram plantadas", disse Gray à Reuters numa entrevista.

O filme de Gray aborda o crescimento de duas crianças e explora questões de raça e privilégios na sociedade americana, com um elenco que inclui Anne Hathaway, Anthony Hopkins e Jeremy Strong.

É uma de 21 longas-metragens que concorrem ao prémio máximo do festival francês, a Palma de Ouro.

Passado nos anos 80, "Armageddon Time", retira o título de uma citação do ex-Presidente dos EUA, Ronald Reagan, que advertiu que aquela geração poderia viver o Armagedão.

Antigo ator em Hollywood e senador republicano, Reagan iniciara a campanha presidencial de 1980 em Filadélfia, no estado do Mississipi, onde em 1964 três destacados ativistas dos direitos civis tinham sido assassinados pelo Ku Klux Klan - uma mensagem deliberada, de acordo com Gray.

"Ronald Reagan sabia que sinais estava a enviar, particularmente aos sulistas brancos, e não me esqueci disso - está na minha cabeça e queria fazer uma declaração sobre isso", disse.

Livremente inspirada na infância do realizador, a história do filme é contada através da personagem do jovem Paul Graff, que é branco e interpretado por Banks Repeta e da sua amizade com Johnny, que é negro e interpretado por Jaylin Webb.

Os rapazes têm grandes ambições - mas esbarram contra estruturas sociais rígidas.

"Ao tentar lidar com isto psicologicamente tentei compreender, tentei entrar na sua mentalidade e compreender realmente o que ele passou. E os meus pais ajudaram-me, porque eles estão realmente familiarizados com esse sentimento", disse Webb.

Obrigações - e tensões - entre gerações é outro tema, com Hopkins a desempenhar um papel central como avô de Graff.

"Ele foi sábio", disse Repeta. "Dançámos nos bastidores set, o que foi agradável, ele foi divertido - não levou nada demasiado a sério".

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2022