Estreias  

Revisitando as florestas da ex-Jugoslávia

Realizado pelo americano Ian Soroka, "Greetings from Free Forests" convoca memórias da luta dos "partisans", durante a Segunda Guerra Mundial, nos territórios da ex-Jugoslávia — foi premiado no Doclisboa.

Revisitando as florestas da ex-Jugoslávia
"Greetings from Free Forests": redescobrindo as paisagens e a sua história
Crítica de
Subscrição das suas críticas
125

Premiado no Doclisboa'2018 (melhor filme da competição internacional), o filme "Greetings from Free Forests" evoca um momento muito particular da história europeia e, mais do que isso, de um país que já não existe: a Jugoslávia. Trata-se de revisitar paisagens da actual Eslovénia para fazer o inventário de sinais, evidentes ou ocultos, materiais e simbólicos, da acção dos resistentes ("partisans") que lutaram contra os nazis.

A realização de Ian Soroka, cineasta nascido nos EUA, propõe, assim, um ziguezague informativo entre as paisagens dessas "florestas livres" a que se refere o título e os testemunhos, quase sempre conservados em off, daqueles que, por experiência directa ou herança histórica, mantêm alguma relação com tudo o que ocorreu.

Convenhamos que o filme nem sempre consegue encontrar o equilíbrio narrativo mais interessante para a diversidade de materiais que convoca — umas vezes opta pela descrição mais ou menos mecânica, outras envereda pela especulação filosófica em torno das memórias históricas. Seja como for, isso não invalida a intensidade de muitos materiais de arquivo nem a obstinação de todo o projecto, no sentido de não alienar a complexidade e o valor humanista da(s) memória(s).

 
* Cinema Ideal (Lisboa) — diariamente, às 19h00 (até 24 Julho).

Crítica de João Lopes actualizado às 22:25 - 19 julho '19
publicado 22:19 - 19 julho '19

Recomendamos: Veja mais Críticas de João Lopes