Desporto

Marítimo falha reunião entre Liga e TAP sobre alteração das tarifas

O Marítimo justificou hoje a ausência na reunião entre a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a TAP sobre a alteração das tarifas para os clubes insulares, por considerar que o assunto não foi tratado nas "mais altas instâncias".

Marítimo falha reunião entre Liga e TAP sobre alteração das tarifas
"Apesar de convidado a participar na sessão, entende o Club Sport Marítimo que o assunto é de extrema importância, porque coloca em causa o princípio básico da continuidade territorial, e deve, por isso, ser tratado nas mais altas instâncias, envolvendo os presidentes dos clubes não profissionais e profissionais, da própria TAP e, como não pode deixar de ser, da Liga Portugal, cenário que, infelizmente, não se verifica", refere o comunicado publicado no site oficial dos madeirenses.

O Marítimo acrescentou que o "formato para discussão de um assunto tão importante", que vai decorrer hoje, em Lisboa, acaba por ser "lesivo dos interesses dos clubes", principalmente os que estão sediados em regiões autónomas e que se torna numa forma de "mascarar uma discussão", fazendo com que o assunto seja desvalorizado, tendo informado que já enviou o seu parecer.

"Em tempo útil, e fazendo uso dos mecanismos apropriados, o Club Sport Marítimo já fez chegar às entidades competentes e administração da TAP a sua posição formal sobre o fim da tarifa desportiva e vai continuar na linha da frente de forma a garantir que os clubes competem em pé de igualdade", conclui o comunicado, salientando que os clubes insulares são "parte integrante do território português".


LUSA