Desporto

Nacional anuncia tolerância zero ao insulto e à ofensa

O Nacional, equipa da I Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje, em comunicado, que serão apresentadas queixas-crime contra "todos aqueles que puseram em causa e a honra e o bom nome" do clube.

© Mário Cruz - Lusa

Na sequência da pesada derrota no Estádio da Luz frente ao Benfica, por 10-0, o clube madeirense emitiu um comunicado no qual mostra a sua revolta pelas "declarações proferidas em vários programas televisivos e artigos de opinião em diversos jornais".

"Foram já dadas indicações ao departamento jurídico desta SAD no sentido de serem apresentadas queixas-crime contra todos aqueles que puseram em causa a honra e o bom nome desta SAD e dos seus profissionais e ainda contra os órgãos de comunicação social que permitiram que se veiculasse esse tipo de afirmações", afirmou.

O clube madeirense ressalva ainda nessa missiva que "o mau resultado num jogo de futebol não pode servir de desculpa para o insulto gratuito, o achincalhamento e a ofensa à dignidade, à honra e ao profissionalismo de todos aqueles que dia após dia dão o seu melhor em prol de uma instituição".

O Nacional revelou que "irão avançar processos cíveis", tendo como meta a "reparação aos danos materiais e morais causados" ao clube insular.

A concluir, o Nacional assegura que "igual procedimento será tomado em todas as declarações e posições que venham de alguma forma lesar a honra e o bom nome dos profissionais" da coletividade madeirense.

C/Lusa