Desporto

Pedro Paixão falha rali de Canárias por não conseguir garantir um carro R5 para competir na Rali da Calheta.

E o preço elevado da inscrição, 6.500 euros, colocam fora dos planos a prova espanhola. Piloto optou por estar à partida do Rali do Algarve

Pedro Paixão falha rali de Canárias por não conseguir garantir um carro R5 para competir na Rali da Calheta.

Pedro Paixão falha rali de Canárias por não conseguir garantir um carro R5 para competir na Rali da Calheta. © Carlos da Silva

O piloto do Skoda Fabia R5 recentemente tinha avançado à RTP a presença no Rali de Canárias, prova do campeonato da Europa, por vontade do patrocinador que tem interesses comercias no arquipélago espanhol.

Mas a participação já não vai acontecer como contou à RTP Pedro Paixão: “Não vou a Canárias. Surgiu um imprevisto. Não há carros para alugar competitivos para garantir o projeto na Madeira”

Outro dado que colocou de fora dos planos foi a preço da inscrição na prova: “O ERC pediu me 6500 euros só de inscrição. É uma verba avultada só para fazer um rali. É um valor absurdo, se fosse para fazer mais provas já fazia mais sentido. Assim não!”


O piloto já traçou outras metas: “Em vez disso vou ao Rali do Algarve e a outro rali do campeonato nacional, ainda por definir. Lamento o sucedido, mas apanharam-me de surpresa quando disseram que já não havia disponibilidade de carro e também que me foi dito que tinha que me inscrever no ERC para ser piloto prioritário nas Canárias.”