Desporto

Seleção viaja para Manchester na expectativa de ficar o máximo de tempo

A seleção portuguesa feminina de futebol viajou hoje para Manchester, onde terá a sua base de trabalho durante o campeonato da Europa de 2022, em Inglaterra, e na expectativa de ficar “o máximo de tempo possível”.

Seleção viaja para Manchester na expectativa de ficar o máximo de tempo

© FPF

"Vamos com a esperança de ficar lá o máximo de tempo possível. Sabemos que vai ser difícil, mas acreditamos que podemos fazer melhor do que na nossa primeira experiência, em 2017", disse a internacional Ana Borges, ainda no aeroporto de Lisboa.

Portugal prepara-se para disputar o segundo Europeu feminino da sua história, numa edição para a qual foi repescado face à exclusão da Rússia, seleção pela qual a equipa das ‘quinas’ tinha sido afastada no ‘play-off’ (0-1 e 0-0).

A exclusão das russas, devido à invasão da Ucrânia, levou a UEFA a decidir repescar Portugal, que integra o Grupo C, tendo como adversárias a Suíça (sábado), os Países Baixos (13), campeões europeus em título, e a Suécia (17), com jogos em Leigh.

A equipa portuguesa tem chegada prevista a Manchester às 19:50 e na segunda-feira realizará já o primeiro treino na Academia do Manchester City, em sessão agendada para as 11:00.

Para Ana Borges, a mais utilizada por Francisco Neto na fase de apuramento, que terminou em abril de 2021 e ainda antes do início de nova qualificação, mas para o Mundial2023, o objetivo é feito numa “lógica de jogo a jogo”.

“O objetivo é fazer pontos em todos os jogos (…). Estamos muito focadas e sabemos que temos pela frente três adversários muito fortes e diferentes. Neste momento, o nosso foco está na Suíça. Depois pensaremos nos Países Baixos e na Suécia”, adiantou a jogadora em declarações reproduzidas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).
Lusa