Economia

Levantamentos e compras por multibanco aumentam na Madeira

No primeiro trimestre deste ano o “valor agregado dos levantamentos e das compras através de terminais de pagamento automático da rede Multibanco cresceu 5,5% em termos homólogos” revela hoje a Direção Regional de Estatística da Madeira.

Levantamentos e compras por multibanco aumentam na Madeira

© DR

Os dados da Sociedade Interbancária de Serviços (SIBS) para a RAM, referentes ao 1.º trimestre de 2018, mostram que os montantes relativos às duas principais operações da rede Multibanco (levantamentos e compras através de terminais de pagamento automático), registaram uma subida de 5,5% comparativamente ao período homólogo.

Na informação agora divulgada, a Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), diz que “este crescimento derivou principalmente do aumento de 11,3% verificado nas compras através de terminais de pagamento automáticos (TPA), já que nos levantamentos verificou-se um decréscimo de 1,6%. O acréscimo global foi mais acentuado nos cartões nacionais, que registaram um aumento de 5,7%, enquanto nos internacionais o incremento foi de 4,2%. Os pagamentos seguiram a mesma tendência, crescendo 0,2% relativamente ao mesmo trimestre do ano transato”.

A nível nacional, os montantes movimentados nas operações em análise da rede Multibanco também cresceram. Nos levantamentos, o acréscimo foi de 2,8%, nas compras através de TPA de 11,5% e nos pagamentos de 4,0%. A variação homóloga dos levantamentos agregados às compras através de TPA no país, foi de +7,7%.

Os levantamentos nacionais totalizaram no 1.º trimestre deste ano 140,9 milhões de euros, crescendo 0,2% face ao período homólogo, enquanto os levantamentos internacionais registaram uma descida, fixaram-se no 12,7 milhões de euros (-17,5% que no mesmo período de 2017).

Nas compras, pagas através de TPA, 46,2 milhões de euros foram feitas com cartões internacionais (+12,3% que no período homólogo), enquanto as compras feitas com cartões nacionais rondaram os 163,9 milhões de euros (+11,0% que nos primeiros três meses de 2017). Foi na Calheta onde se verificou a maior subida dos pagamentos por multibanco (+15,6%), fruto do incremento das operações realizadas com cartões nacionais (+16,1%). Por sua vez, em Machico registou-se o menor crescimento (+1,1%).

No Funchal, a variação homóloga dos levantamentos adicionados das compras através de TPA foi de +4,7%.