Desporto

União da Madeira na corrida pela subida de divisão

A equipa madeirense bateu o Covilhã por 2-1

União da Madeira na corrida pela subida de divisão
O União da Madeira venceu hoje em casa o Sporting da Covilhã, por 2-1, em jogo da 44.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, e manteve-se na luta pela subida de divisão.

Depois de ter marcado cinco golos na ronda anterior, Erivelto, melhor marcador da prova, colocou os serranos a vencer, logo aos cinco minutos, mas Mendy (61) e Élio Martins (72) deram o triunfo aos madeirenses, que igualaram o Covilhã e ficaram a dois pontos da zona de promoção.

Numa partida com emoção, sobretudo ao longo da segunda parte, foi mais forte o conjunto madeirense, que, graças a uma etapa complementar determinada, manteve-se na luta pela subida.

O Sporting da Covilhã não poderia ter começado melhor, pois logo aos cinco minutos, após um lançamento longo para as costas da defesa do União da Madeira, Erivelto isolou-se, contornou Pedro Trigueira e inaugurou o marcador.

O conjunto serrano ficou ainda mais motivado e foi dominando os acontecimentos, mas os madeirenses poderiam ter restabelecido a igualdade aos 22 minutos, mas o cabeceamento de Élio Martins, após um centro de Carlos Manuel, fez a bola passar junto à barra.

Apesar deste lance, era o Sporting da Covilhã a equipa mais esclarecida e aos 29 minutos esteve perto de ampliar a vantagem, com Zé Tiago a rematar com perigo, e, ainda antes do intervalo, o mesmo jogador falhou a recarga Zé Tiago a uma defesa incompleta de Pedro Trigueira.

A atitude mais agressiva do União da Madeira na segunda metade deu os seus frutos à passagem dos 61 minutos, com Mendy a corresponder da melhor forma a um canto cobrado por Filipe Chaby e a restabelecer a igualdade.

O jogo ganhou então maior intensidade e emoção, com o União da Madeira a conseguir passar para a frente do marcador, aos 72 minutos, com Élio Martins a aproveitar um corte defeituoso de Tiago Moreira e a rematar fora do alcance de Pedro Taborda.



Jogo no Estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava.

União da Madeira -- Sporting da Covilhã, 2-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Erivelto, 05 minutos.

1-1, Mendy, 61.

2-1, Élio Martins, 72.



Equipas:

- União da Madeira: Pedro Trigueira, Carlos Manuel, Roberto, Zarabi, Stéphane Dassé, Soares, Rúben Andrade, Élio Martins (Ayrton, 85), Filipe Chaby (Diogo Firmino, 87), Christo (Kisley, 61) e Mendy.

(Suplentes: Ricardo Campos, Diogo Coelho, Jaime Simões, Edson Almeida, Diogo Firmino, Kisley e Ayrton).

Treinador: Vítor Oliveira.

-Sporting da Covilhã: Pedro Taborda, Tiago Moreira, Edgar, Diogo Coelho, Soares, Djikiné, Gilberto, Flávio (Adriano, 66), Traquina, Zé Tiago (Bilel, 80) e Erivelto (Kizito, 60).

(Suplentes: Igor Araújo, Vítor Massaia, Carlos Manuel, Joel, Adriano, Kizito e Bilel)

Treinador: Francisco Chaló.



Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Traquina (44), Stéphane Dassé (46), Soares (63), Élio Martins (64), Roberto (71) e Diogo Coelho (75).

Assistência: Cerca de 1.800 espetadores.