Sociedade

Cerca de 200 polícias manifestam-se no Funchal por "salário digno"

Agentes da PSP manifestam-se no Funchal pelo descongelamento das carreiras e salários (Vídeo)

© PSP

Cerca de 200 agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) manifestaram-se hoje no Funchal por melhores condições salariais e pelo respeito no pagamento dos serviços remunerados, associando-se assim à luta que os agentes levam a cabo a nível nacional.

A manifestação pelo descongelamento das carreiras e salários foi convocada pelo S.P.P.O.L - Sindicato de Polícia Pela Ordem e Liberdade, mas teve o apoio de outros sindicatos das forças de segurança.

"Não queremos subsídios, queremos é um ordenado compatível com a nossa profissão e já é altura de o Ministério da Administração Interna ouvir as nossas reivindicações", disse à comunicação social o agente principal e presidente da Delegação na Madeira do S.P.P.O.L, Eduardo Nóbrega.

Os polícias percorreram algumas ruas da cidade do Funchal e concentraram-se junto ao Palácio de São Lourenço, residência oficial do representante da República.

"Vamos fazer tudo ordeiramente, não queremos atrapalhar automobilistas, nem os transeuntes", adiantou.


LUSA