Sociedade

Covid-19: Frente Mar Funchal termina época balnear com perdas de faturação de 50% (Áudio)

Em relação ao último triénio, a pandemia fez descer as receitas dos complexos balneares geridos pela empresa municipal, dos 550 mil euros para os 270 mil euros, de janeiro a meados de setembro.

À Antena 1 Madeira, o Presidente da Frente Mar Funchal explicou que a empresa está a estudar formas de tentar minimizar os impactos financeiros resultantes da pandemia.

De acordo com o gestor, apesar de muitos madeirenses não terem viajado de férias este ano, houve algum receio em frequentar locais públicos como as praias habitualmente mais concorridas, o que também contribuiu para os resultados negativos.

A FMF diz que o mais importante, neste momento, é continuar priorizar as condições de segurança e conforto aos utentes que diariamente frequentam os complexos balneares.

Em cima da mesa está a possibilidade de dissolução da empresa devido aos resultados financeiros dos últimos anos de atividade.