Sociedade

Covid-19: Incidência de cancro aumentou na Madeira (Áudio)

A Região tem registo oncológico desde 1998. Na primeira década, foram contabilizados entre 600 a 700 casos por ano. Nos últimos três anos, os números estão acima dos 1.300 casos anuais.

Carolina Camacho, Coordenadora Regional do Registo Oncológico | Antena 1 Madeira © DR

A prevalência é maior nos cancros da mama, próstata, colorretal e pulmão.

A doença oncológica atinge mais os homens (entre 51 a 52% dos casos) e nas faixas etárias entre os 60 e os 70 anos. 

O registo relativo ao ano de 2018 foi apresentado esta sexta-feira.