Sociedade

Empresa TVDE move ação contra o Governo Regional (áudio)

Processo vai dar entrada no tribunal na próxima segunda-feira.

Pedro Filipe Costa | Antena 1 Madeira © DR

Uma empresa de transporte da plataforma UBER vai apresentar uma ação judicial contra o Governo Regional e pedir uma elevada indemnização por prejuízos económicos.

Em causa está a limitação do número de veículos descaracterizados na Madeira, legislada pelo Governo Regional e que entra em vigor a 6 de maio. Uma legislação que já levou à desistência da UBER da operação na Região.

Maxim Meaudé é francês e está na Madeira desde 2019. Tem 35 viaturas e os motoristas que vão agora perder o posto de trabalho. Também estes estão a ser aconselhados pelo empresário a mover outra ação contra o Governo Regional. 

Maxim Meaudé investiu cerca de 800 mil euros na empresa para se fixar na Região. À Antena 1 Madeira disse que vai agora transferir a operação para o continente. 

Além dos 30 motoristas desta empresa, no total, são cerca de 80 os motoristas UBER na Madeira que vão perder o posto de trabalho no próximo mês de maio.

Apesar das dificuldades, o empresário francês sublinha que não vai deixar a Região onde vive com a mulher e uma filha. Embora sem revelar os montantes da indemnização pedida, Maxim explica que a ação contra o Governo Regional vai dar entrada no tribunal na próxima segunda-feira.