Sociedade

Presidente da Anacom reitera urgência da substituição dos cabos submarinos que ligam continente, Açores e Madeira (Áudio)

João Cadete de Matos alega que Portugal não pode correr o risco de as regiões autónomas ficarem sem comunicações.

João Cadete de Matos © DR

O presidente da Anacom liderou um grupo de trabalho, que inclui também representantes dos ministérios das Finanças, do Planeamento e das Infraestruturas e Habitação, e dos governos regionais dos Açores e da Madeira, que entregou, em dezembro de 2019, um relatório com recomendações sobre a substituição dos cabos submarinos Continente-Açores-Madeira (CAM).

Segundo João Cadete de Matos, é preciso tomar decisões "no primeiro semestre deste ano", para garantir que até 2023 os novos cabos estão instalados, até porque ainda é necessário criar uma entidade pública para gerir o processo e lançar os concursos para a instalação.