Sociedade

Produção de energia elétrica aquém dos valores de 2019

A produção bruta de energia elétrica na Região Autónoma da Madeira em 2021 ficou-se pelos 888,4 GWh, representando um aumento, face a 2020, de 5,2%.

Produção de energia elétrica aquém dos valores de 2019
Apesar deste crescimento, o nível de 2019 ainda não foi atingido, mostrando a comparação com esse ano, uma variação de -2,6%. Em 2021, 71,5% da produção de energia foi de origem térmica, 15,3% de origem eólica, 9,4% de origem hídrica e 3,8% de origem fotovoltaica.

O consumo final de energia elétrica fixou-se nos 798,5 GWh, o que representou um aumento de 4,4% comparativamente a 2020 e uma redução de 2,9% face a 2019. O consumo doméstico (que representou 35,4% do consumo total) aumentou 4,5% entre 2020 e 2021, tendência igualmente verificada no consumo não doméstico (+4,4%), nomeadamente aquele consumo relacionado com as diferentes atividades económicas. Assim, a “Construção” (+24,3%) foi o sector com a maior subida no consumo de energia, seguido das “Indústrias extrativas” e do “Alojamento, restauração e similares” com +19,0% e +17,6%, respetivamente.

Os municípios no Oeste da Madeira registaram os aumentos mais pronunciados, variando entre os 10,0% na Ribeira Brava, 8,8% na Calheta e 8,1% na Ponta do Sol.

Relativamente ao número de consumidores de energia elétrica, verificou-se em 2021, na RAM, um aumento de 1 225 (+0,9%) face a 2020, fixando-se o seu total nos 142 402, constituindo o registo mais elevado de sempre. Por município, Calheta (+17,6%) liderou os aumentos, tendo os restantes municípios sofrido variações marginais (entre os -1,0% em Santana e os +0,2% na Ponta do Sol e em Santa Cruz).