Sociedade

Reino Unido aperta restrições nas fronteiras

O Reino Unido registou 1.280 mortes de covid-19 nas últimas 24 horas e 55.761 novos casos, de acordo com o Governo britânico, que acabou com os corredores aéreos com alguns países que permitiam evitar fazer quarentena.

Reino Unido aperta restrições nas fronteiras

© DR

Este foi o quarto dia em que o número de mortes ultrapassou os mil, depois de na quinta-feira terem sido registadas 1.248 mortes e 48.682 novos casos.

Desde o início da pandemia de covid-19, foram contabilizados 87.295 óbitos confirmados de covid-19 e 3.316.019 casos de contágio.

Segundo o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, existem mais de 37.000 pacientes hospitalizados com covid-19 em todo o Reino Unido, o que está a encher unidades de cuidados intensivos, a atrasar a admissão de pacientes transportados por ambulâncias e a adiar de tratamentos ao cancro.

Numa tentativa de travar a transmissão da doença e a importação de novas estirpes, anunciou numa conferência de imprensa hoje à tarde o fim dos “corredores de viagem internacionais” existentes com alguns países e territórios, que permitiam que as pessoas que cheguem daqueles evitassem cumprir a quarentena obrigatória de 10 dias na chegada ao Reino Unido.

A partir de segunda-feira, todos os passageiros de voos internacionais que chegarem ao Reino Unido, incluindo cidadãos britânicos, passam a estar obrigados a apresentar um teste com resultado negativo feito até 72 horas antes da partida, sendo os infratores penalizados com uma multa de 500 libras (562 euros).