Sociedade

Sindicato alerta para a falta de professores contratados (áudio)

O sindicato dos Professores da Madeira recolheu 314 inquéritos em escolas públicas e privadas de todas a região, para analisar a perceção da falta de professores.

Francisco Oliveira, Sindicato dos Professores da Madeira | Antena 1

O coordenador do Sindicato dos Professores da Madeira, Francisco Oliveira, informa que os inquéritos foram recolhidos durante as últimas duas semanas.

Nos 314 inquéritos recolhidos foi também constatado que 90% dos professores não querem ter horas extraordinárias, por já terem horários sobrecarregados.

Para o Sindicato dos Professores da Madeira, a solução passa por vincular os 400 professores contratados, podendo até ser necessários mais docentes. 

O sindicato vai percorrer várias escolas afixando mensagens para alertar para a falta dos professores contratos.  Vai também pedir um processo negocial na Secretaria para tentar resolver o problema.