Ouvir
Vibrato
Em Direto
Vibrato Pedro Rafael Costa

Concertos

Concerto de Laureados Folefest | 20 Fevereiro 19h00

Museu Nacional de Arte Antiga

|

Concerto de Laureados Folefest | 20 Fevereiro 19h00 Concerto de Laureados Folefest | 20 Fevereiro 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


20 Fevereiro 19h00

Auditório do 


Concerto de Laureados Folefest 2018

11º Concurso de Acordeão

  
Programa

Jéssica Reis  1º Prémio | Categoria B   

Albin Repnikov (1932-2007) - Capriccio   


José Pedro Fangueiro  1º Prémio | Categoria C   

Ole Schmidt (1928-2010) - Toccata nº1     


Quartz  2º Prémio | Música de Câmara - Nível Superior 
(Carolina Ascenção, violino |  Tânia Trigo, viola |  Diogo Martins, violoncelo |  José Pedro Fangueiro, acordeão)
                     
Ray Luedeke (1944)Tango Dreams                     


Yin Yang  1º Prémio | Música de Câmara - Nível Superior 
(Inês Arede, clarinete  |  Catarina Silva, acordeão)

Luís Carvalho (1974) - 4 Inventions (1º e 4º and.) 

Rainer Buschmann (1928-1995) - Für akkordeon und klarinette (4º e 5º and.) 

Paulo Jorge Ferreira (1966) - Nuances a 2       



Transmissão direta
Realização e Apresentação: André Cunha Leal
Produção: Anabela Luís



Jéssica Duarte Reis nasceu em 2002, em Escalos de Cima, Castelo Branco.
Começou a tocar acordeão em fevereiro de 2010 em aulas particulares com Carisa Marcelino, foi admitida em setembro 2012 no Conservatório de Castelo Branco. Atualmente frequenta o 10º ano de escolaridade e o 6º grau no CRCB. Já participou em inúmeros masterclasses orientados por grandes acordeonistas tal como: Paulo Jorge Ferreira, Carisa Marcelino, Claudio Jacomucci, Vincent Lhemert, Gorka Hermosa Gonçalo Pescada e muitos mais.
Já ganhou vários prémios como: 5 diplomas de excelência a nível escolar, seis 1ºs prémios a nível de concursos de acordeão, quatro 2ºs prémios a nível de concursos de acordeão, um 1º prémio a nível de música de câmara, quatro prémios de melhor intérprete. Já participou em várias audições, inaugurações, homenagens e concertos.
É membro do Ensemble de acordeões do CRCB, do duo Acorduo com o aluno Francisco Martins de acordeão, e do duo Corsica com a aluna Beatriz Corodi de violino.



José Pedro de Sousa Fangueiro iniciou os seus estudos musicais com 8 anos na Academia de Música de S. Pio X na classe de Carisa Marcelino. Mais tarde, e nesta mesma escola, estudou com Vítor Monteiro até ao seu 5° grau. De seguida, ingressou no Conservatório de Música do Porto, continuando com o mesmo professor, onde completou o 8° grau. Atualmente, está no 1° ano de licenciatura na Escola Superior de Artes Aplicadas onde estuda com Paulo Jorge Ferreira.
Frequentou cursos e Masterclasses com professores nacionais e internacionais, assim como, Paulo Jorge Ferreira, Carisa Marcelino, Abel Moura, Aníbal Freire, Gonçalo Pescada, Claudio Jacomucci, Owen Murray, Vincent Lhermet, Bjarke Mogensen, Gorka Hermosa, Viatcheslav Semionov e Franck Angelis.
Foi premiado em concursos a solo e música de câmara, dos quais se destacam o 1° Prémio nas categorias de Acordeão Solo e Música de Câmara do Concurso Interno do Conservatório de Música do Porto (2017); o 1° Prémio em Acordeão solo (Categoria D), o Prémio de Melhor Intérprete e o 2° Prémio em Música de Câmara Nível Superior no Concurso Folefest (2018) e o 2° Prémio ex aequo em Acordeão solo (Junior) e 2° Prémio em Música de Câmara no Concurso Internacional de Acordeão em Alcobaça (2017).




Quartz formou-se em outubro de 2017 no âmbito da disciplina de Música de Câmara da Escola Superior de Artes Aplicadas, sob a orientação de Paulo Jorge Ferreira. O grupo é constituído pelos alunos do primeiro ano de licenciatura José Pedro Fangueiro (Acordeão), Carolina Ascenção (Violino), Diogo Martins (Violoncelo) e pela aluna de mestrado Tânia Trigo (Viola).
Este quarteto obteve o 2°prémio no Concurso Folefest 2018, na categoria de Música de Câmara - nível superior.



O Duo Yin Yang é constituído por Inês Arede no clarinete e Catarina Silva no acordeão, duas jovens intérpretes premiadas enquanto solistas nos seus instrumentos.
O grupo surgiu em 2016, no âmbito da disciplina de música de câmara da Universidade de Aveiro, sob orientação de Sérgio Neves. Catarina e Inês encararam, desde logo, este projeto com profissionalismo e não escondem as ambiciosas espectativas para o futuro, primando, acima de tudo, pelo rigor e entusiasmo interpretativo.
O Duo Yin Yang foi merecedor de vários prémios ao longo dos dois anos da sua existência, dos quais são exemplo o 2º lugar no concurso de Acordeão Folefest 2017 na categoria Música de Câmara nível superior, o 1º prémio no Concurso de Acordeão de Alcobaça na categoria Música de Câmarae o 2º lugar ex-aequo na 1ª edição do Concurso de Música de Câmara CulturXis. Mais recentemente, distinguiu-se com o 1º Prémio na edição de 2018 do Folefest, na categoria Música de Câmara nível superior.
Este grupo conhecido pela sua energia e dinâmica em palco foi ainda convidado a participar em diversos concertos dos quais se destaca o concerto de Laureados do Folefest no Auditório do ISEG, com transmissão em direto para a Antena 2, e o concerto no Museu Machado Castro, em Coimbra, inserido no Ciclo de Concertos de Coimbra.
Tendo-se estreado com um repertório contemporâneo, as suas intenções passam por dar a conhecer e alargar o programa para esta formação.





Fotos Jorge Carmona / Antena 2 RTP