Ouvir
A Ronda da Noite
Em Direto
A Ronda da Noite Luís Caetano

Concertos

Dino Massa, Cícero Lee e Ciro Lee | 26 Maio 21h30

Cascais Jazz Club

|

Dino Massa, Cícero Lee e Ciro Lee | 26 Maio 21h30 Dino Massa, Cícero Lee e Ciro Lee | 26 Maio 21h30

26 Maio 21h30

Cascais Jazz Club


Ciclo Jazz em Cascais 


Dino Massa, Cícero Lee e Ciro Lee

Dino Massa (Piano)
Cícero Lee (Contrabaixo)
Ciro Lee (Bateria)



Nota: O Cascais Jazz Club tem estado encerrado e assim vai continuar até novas indicações. 
Só reabre excecionalmente para este concerto transmitido pela Antena 2.




Transmissão em direto
a partir do Cascais Jazz Club
Apresentação e Realização: André Cunha Leal
Produção: Cristina do Carmo




Dino Massa nasceu em 1964, em Itália. Estudou Composição e Piano e em 2000 obteve no Conservatório San Pietro a Majella, em Nápoles, sob a orientação de Bruno Tommaso, o diploma em música jazz, com nota máxima. 
Desde 1984 que participa em concertos, como intérprete de jazz, mas também de música clássica músico, ao mesmo tempo que é professor de piano jazz em várias escolas de música, incluindo a C.P.M. network Spazio Musica de Pomigliano d'Arco em Nápoles.
Em 1984 vence o concurso de música organizado pela Associação Euterpe de Pompéia como compositor pianista de jazz, e desde então tem participado em inúmeras apresentações a nível nacional (Nápoles, Salerno, Orsara, Pomigliano, Benevento, Teramo, Isernia, Campobasso, Martina Franca, Camerota, Ischia, Arcades, St. Antonio Abate, etc.).
A partir de 1991, compõe ativamente para jazz, transcrevendo peças clássicas para coro e orquestra que são interpretadas em vários concertos. 
Em 1994 é lançado o seu primeiro álbum "Girotondo", com o qual recebe duas menções no concurso  Top 94 Jazz realizado pela revista Musica Jazz para a categoria de novos talentos. 
Desde então já lançou vários CDs, como "Tratti di Incontri Straordinari" (1995), "Il Medico Dei Pazzi" (1998), uma reinterpretação jazz da canção napolitana, e "Un po' come... noi" (2004), entre outros trabalhos.


 
Mais do que um baixista, Cícero Lee é um incansável estudioso do instrumento, cujo objetivo pessoal é atingir um grau de expressividade e destreza que seja, de facto, digno de nota. É um percurso sinuoso, de enorme dedicação, do qual não consegue abdicar. É também contrabaixista, compositor, professor, fotógrafo, e uma forte presença no meio musical nacional em géneros que vão do Jazz ao Pop-Rock, passando pela World Music e Música Tradicional Portuguesa. O seu primeiro registo em nome próprio, “Ventos” (Sintoma Records, 2013), levou-o, entre 2013 e 2014, a atuar em dezenas de clubes e festivais de jazz em Portugal e outros países Europeus. Colabora ativamente, desde 2009, com o músico Luís Represas, com quem tem tido a oportunidade de, como reconhece, conhecer Portugal mais profundamente. Esta relação criou a possibilidade de atuar ao lado de nomes incontornáveis na história da música lusófona. Aqui destacam-se artistas como Ricardo Ribeiro, Martinho da Vila, Stewart Sukuma, João Gil, Jorge Palma, a que se juntam, provenientes de outras participações, nomes como Chico César, Cristina Branco, Rao Kyao, Paulo de Carvalho, Elisa Rodrigues, Janita Salomé e muitos mais, que o têm enriquecido enquanto músico e artista. Este percurso profissional levou-o a pisar grandes palcos, como o Centro Cultural de Belém, Coliseu dos Recreios, Rock In Rio, entre muitos outros. Em 2008 teve a oportunidade de estudar na Bass Collective, em Nova Iorque, e ainda, a título particular, com Jeff Andrews, Matthew Garrison, Lincoln Goines e Doug Weiss. Como professor, está inteiramente dedicado desde 2005 a um projeto educativo – a Escola de Música Interartes, em Cascais, onde é também coordenador. Esporadicamente envolve-se em workshops e masterclasses. Cícero Lee planeia dedicar-se cada vez mais à composição, a aprofundar o seu instrumento de eleição – o baixo elétrico – e a criar obras independentes dentro da música e da fotografia.



Ciro Lee
 nasceu em Cascais, em 1987. Começou a estudar música aos 8 anos, iniciando os estudos de bateria com Jorge Lee, seu pai, conhecido pedagogo e director pedagógico de várias escolas de música, e também piano e formação musical com a professora Isabel Brandão. Mais tarde, prossegue os estudos de bateria como principal instrumento, tendo como professores Jorge Lee, Miguel Marques, Joel Silva e Bruno Pedroso. Simultaneamente, aprofunda os seus conhecimentos de piano com os professores Pieter Baert e Júlio Resende, baixo eléctrico com Cícero Lee, guitarra e formação musical com Jorge Lee. Em 2011 começa a dar aulas de bateria, actividade que desenvolve até aos dias de hoje.