Ouvir
Caleidoscópio
Em Direto
Caleidoscópio MEDITERRÂNEO

Concertos

Marco Rodrigues, Joaquim Rocha e Isolda Crespi Rubio | 15 Março 19h00

Sala Luís de Freitas Branco, CCB

|

Marco Rodrigues, Joaquim Rocha e Isolda Crespi Rubio | 15 Março 19h00 Marco Rodrigues, Joaquim Rocha e Isolda Crespi Rubio | 15 Março 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


15 Março | 19h00 

Sala Luís de Freitas Branco, 
Centro Cultural de Belém 


Ciclo Quintas às 7

Marco Rodrigues, Joaquim Rocha e Isolda Crespi Rubio

Marco Rodrigues e Joaquim Rocha (Trombone)
Isolda Crespi Rubio (piano)






Programa

Sergei Prokofiev (1891-1953) - Suite “Romeu e Julieta” 

Charles Small
 (1927-2011) - Conversa para 2 trombones 





Transmissão direta
Realização e Apresentação: André Cunha Leal
Produção: Anabela Luís



Marco Rodrigues nasceu em 1998, em V. N. de Famalicão. Iniciou os estudos musicais em 2010, na ARTAVE, na classe de trombone de David Silva. Frequentou cursos de aperfeiçoamento com trombonistas como György Gyivicsan, Rui Pedro Alves, David Bruchez, Andreas Klein, Filipe Alves, Jarret Butler, Hugo Assunção, Stefan Schulz e Jamie Williams. Participou em estágios de orquestra com os maestros Luís Carvalho, André Granjo, Luís Campos, Peter Askim, Fernando Marinho, Emílio de César, Otavio Mas-Arocas, Rafa Albors, Bernard Haitink, Luís Machado, David Bruchez, Cesário Costa, Vítor Matos e Ernst Schelle.
Ao longo do seu percurso escolar integrou as orquestras Artavinhos, Orquestra de Sopros Artave, Orquestra Artave, Orquestra dos Estágios Aproarte 2014 e 2015 e Orquestra PJM. No âmbito profissional trabalhou ainda com a Orquestra Stringendo (Zurique) e a Orquestra de Guimarães. Em música de câmara trabalhou com Paulo Silva, David Bruchez e Anne Jelle Visser.
Em 2012 obteve o 3º Prémio na categoria juvenil do Concurso Internacional Terras de La Salette, tendo obtido mais tarde, em 2015, o 1º Prémio na categoria júnior. Nesse mesmo ano foi-lhe atribuída uma bolsa de estudo da Fundação Yamaha. Em 2016 conquistou o 1º Prémio do I Concurso Internacional de Trombone em Castelo de Paiva, na sua categoria, tendo ganhou posteriormente o 1º Prémio na categoria Larry Wiehe (até aos 23 anos) no concurso da International Trombone Association na Juiliard School, em Nova Iorque. Em 2016 venceu a categoria de Trombone Superior no Prémio Jovens Músicos, tendo a oportunidade de interpretar a Ballade de Frank Martin com a Orquestra Gulbenkian sob a direcção do maestro Osvaldo Ferreira.
Em Outubro participou numa digressão a solo com a Orquestra de Jovens de Zurique em Portugal, onde teve a oportunidade de tocar nas mais conceituadas salas de concerto do país, sob a direcção dos maestros Luís Machado e David Bruchez. No passado mês de Novembro venceu o concurso para welcheposaune (2º e 3º trombone) da Orquestra da Tonhalle de Zurique, onde começa a trabalhar em Fevereiro. Encontra-se no 1º semestre do Bacharelato na ZHdK (Universidade de Artes de Zurique), na classe de David Bruchez.
 

 

Joaquim Rocha, natural de Paiva do Castelo, iniciou os seus estudos na Filarmónica de Fornos e na Academia de Música daquela cidade.
Em 2016, participou no Concurso da International Trombone Association, que se realizou em Nova Iorque (USA), e ganhou o primeiro prémio na categoria George Roberts (menores de 20 anos). 
Nesse ano, concorreu à Orquestra Sinfónica Portuguesa, tendo ingressado como executante de Trombone Baixo.



Isolda Crespi Rubio, natural de Barcelona, licenciou-se em piano pelo Royal College of Music (Londres), na classe de John Barstow. Em 2013 concluiu o Mestrado em Ciências da Educação/Música na Universidade Católica Portuguesa e publicou a sua dissertação intitulada O Professor Invisível. A influência do pianista acompanhador na aprendizagem musical dos estudantes de instrumento na Editora Novas Edições Acadêmicas.
Atuou em recitais como solista e pianista acompanhadora em Espanha, Portugal, França, Suíça, Reino Unido, Dinamarca, Brasil e Coreia do Sul. Acompanha com frequência masterclasses, audições e concursos e tem gravado e tocado em directo em várias ocasiões para Antena 2. Apresenta-se regularmente com a flautista Adriana Ferreira, com quem gravou em 2011 o CD Danse des Sylphes para a Numérica, e em 2015 para a revista italiana Falaut. Tem tocado com solistas de prestígio internacional como Stefan Schulz, Catalin Rotaru, Vincent Lucas, Ian Bousfield, Benoit Fromanger, Mario Caroli, Fritz Damrow e Giorgio Mandolesi, entre outros.
Em 2014 apresentou-se a solo com a Orquestra ARTAVE interpretando o Segundo Concerto para piano e orquestra de Rachmaninoff. Orientou o Curso de Piano dos Cursos de Aperfeiçoamento Técnico-Interpretativo do Conservatório de Música de Paredes (2015 e 2016) e uma masterclasse de piano e de música de câmara na Universidade de Santa Maria (Rio Grande do Sul), no âmbito do Festival Harmos Brasil 2015.
Atualmente é pianista acompanhadora na ARTAVE, professora assistente convidada na ESMAE e professora auxiliar na Universidade do Minho








Coprodução | CCB | Antena 2

Fotos Jorge Carmona / Antena 2 RTP