Ouvir
Notas Finais
Em Direto
Notas Finais António Pires Veloso

Concertos

Re:Flexus Trio | 9 Junho | 19h00

ISEG

|

Re:Flexus Trio | 9 Junho | 19h00 Re:Flexus Trio | 9 Junho | 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


Temporada Concertos Antena 2

9 Junho | 19h00

Transmissão direta
a partir do Auditório do
Instituto Superior de Economia e Gestão 
Concerto entrada livre, segundo regras da DGS*


Re:Flexus Trio


Ana Sofia Matos, clarinete
Mariana Morais, viola d’arco
Maria Isabel Mendonça, piano


Programa

R. Schumann - Märchenerzählungen, Op. 132

Sérgio Azevedo - 5 Miniaturas em Trio

Max Bruch - Acht Stücke, Op. 83: nºs 2, 3





Transmissão direta
Apresentação: Pedro Ramos
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo



Re:Flexus Trio surgiu do encontro espontâneo entre três instrumentistas que frequentaram a Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Instituto Politécnico do Porto. Desde então, têm trabalhado predominantemente o repertório clássico, romântico e contemporâneo que junta o clarinete, a viola d’arco e o piano numa formação camerística delicada e intimista. 
A sua estreia ocorreu, em março de 2018, no Teatro Helena Sá e Costa, no âmbito do Festival ESMAE – evento dedicado, sobretudo, à apresentação e divulgação de grupos de música de câmara. Em 2019, apresentaram-se no Auditório Municipal do Seixal, realizando a estreia nacional da peça “Trio for clarinet, viola, piano”, do compositor norte-americano Eric Sawyer. 
As instrumentistas foram embaixadoras das comemorações em homenagem ao músico António Variações, no Mosteiro de Santo André de Rendufe, promovidas pelo município de Amares e pela Comissão Promotora de Homenagem a António Variações (2018-2020). As comemorações incluíram a apresentação da peça "Variações", dedicada ao Re:Flexus Trio e composta pelo maestro Ivo Silva. 
Realizaram também concertos no Salão Nobre do Museu Francisco Tavares Proença Junior (Castelo Branco), no Centro Cultural Nicolás Salmerón (Madrid), no Teatro Cine de Gouveia, no Teatro-Cine de Torres Vedras e na Casa das Artes de Felgueiras. Integraram o ciclo de música de câmara “Anúncios da Primavera” do Centro de Artes e Espetáculos de Sever de Vouga, comentado pelo musicólogo Jorge Castro Ribeiro, bem como o evento “Música em Família”, apresentado pelo compositor Nuno Jacinto, na Casa Branca de Gramido (Gondomar). No âmbito do 1.º Concurso de Piano Serra da Estrela, participaram, a par de outros instrumentistas nacionais, num alargado ciclo de concertos dedicado ao piano que teve lugar na Casa Municipal da Cultura de Seia. 
Em 2020, integraram o conjunto de 5 finalistas do concurso de música de câmara "Tribuna Saxensemble", que decorreu em Madrid. No dia 1 de outubro de 2020, estiveram presentes nas comemorações do Dia Internacional da Música, no auditório municipal do Seixal.








Ana Sofia Matos | Natural de Gondomar, iniciou os seus estudos musicais aos 9 anos de idade, ingressando no Conservatório de Música do Porto, na classe do professor Adam Wierzba.
Trabalhou sob a direção dos maestros António Saiote, Andreas Stoehr, Ernst Schelle, Kamen Goleminov, Tim Steiner e Rafael Vilaplana. Participou em Masterclasses e Cursos de Aperfeiçoamento dirigidas por Nuno Pinto, António Saiote, Iva Barbosa, Nicholas Cox, Florent Héau, Paolo Ravaglia, Juan Ferrer, Cândida Oliveira, Vicente Alberola.
Em 2014, licenciou-se em Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. Em 2018, licenciou-se na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, na classe de Nuno Pinto. Em 2020, concluiu o Mestrado em Ensino da Música da Universidade de Aveiro, na classe de Luís Carvalho. 
É membro fundador do grupo Clarinetes Ligature, que com um espetáculo próprio se apresentaram em diversos festivais de clarinete internacionais.



Mariana Morais | Natural da Covilhã, iniciou os seus estudos musicais na Escola Profissional de Artes da Covilhã, na classe de Gonçalo Ruivo.
Participou em Masterclasses orientadas por Ana Bela Chaves, Susanne Van Els, John Throne, Máté Szücs. Integrou diversas orquestras, das quais se destacam The World Orchestra (Alicante), Orquestra Sinfónica da ESMAE, Orquestra Sinfónica da Casa da Música, Remix Ensemble, onde pôde trabalhar sob a direção dos maestros António Saiote, Peter Rundel, Michael Sanderling, entre outros.
Em 2020, concluiu o Mestrado em Ensino da Música na ESMAE, instituição onde, em 2018, concluiu a licenciatura em viola d’arco, na classe de Jorge Alves e de Rute Azevedo. Lecionou Instrumento na Academia Fusa (Ovar), na Academia de Música de Viatodos, na Pallco (Porto) e Formação Musical no projeto “Músicos D’Ouro” (Gondomar).



Maria Isabel Mendonça | Natural de Seia, iniciou os seus estudos musicais, em piano e violino, no Conservatório de Música de Seia, que frequentou até ao 6.º grau. A partir de 2010, frequentou o Conservatório Regional de Coimbra, na classe de Tatiana Yakimova, onde concluiu o curso complementar de piano com a classificação final de 20 valores.
Participou, também, no Concurso de Piano do Colégio São Teotónio, em 2011, e no Concurso de Piano Florinda Santos, em 2012, onde obteve o 2.º e 3.º lugar, respetivamente. 
Como solista, realizou concertos no Centro Cultural de Belém, nos “Dias da Música” dedicados a J. S. Bach, em Lisboa, e no Pavilhão Centro de Portugal, em Coimbra.
Concluiu, com distinção, em 2017, o Mestrado Integrado em Arquitetura, pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto. Licenciou-se, em piano, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, tendo integrado a classe de Madalena Soveral e de Luís Filipe Sá. 
É docente na Escola Profissional da Serra da Estrela, em Seia, desde 2018.








Fotos Jorge Carmona / Antena 2