Ouvir
Grande Auditório
Em Direto
Grande Auditório Reinaldo Francisco / Produção: Susana Valente

Concertos

S.O.L. (Sounds of Lusophony) | 23 Novembro | 19h00

Museu Nacional de Arte Antiga

|

S.O.L. (Sounds of Lusophony) | 23 Novembro | 19h00 S.O.L. (Sounds of Lusophony) | 23 Novembro | 19h00

© Pedro Correia / Antena 2


Temporada Concertos Antena 2

23 Novembro | 19h00

Transmissão direta
a partir do Auditório do 
Museu Nacional de Arte Antiga


S.O.L. (Sounds of Lusophony)

Carlos Garcia, piano
Xico Santos, guitarra
Desidério Lázaro, saxofone
Ale Damasceno, bateria





Programa
S.O.L. toca Hermeto Pascoal

Montreaux

Ginga carioca

Rebuliço

Chorinho pra ele

Bebe

Farol que nos guia





O quarteto tem como proposta principal fazer a chamada Música Universal, termo muito utilizado pelo próprio Hermeto Pascoal, ao aproveitar a pluralidade dos seus integrantes e conseguir dessa maneira, uma sonoridade que explore simultaneamente ritmos de matrizes africanas à liberdade do Jazz.
Para este concerto, o S.O.L conta com um convidado muito especial; a Carlos Garcia ao piano, junta-se Desidério Lázaro, Xico Santos e Ale Damasceno.




Transmissão direta
Apresentação: Pedro Ramos
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo



Carlos Garcia | Professor, pianista e compositor. Natural de Torres Vedras, estudou em escolas de referência com professores/músicos nacionais e internacionais (destaque para Eurico Carrapatoso, Rui Paiva e João Paulo Esteves da Silva), em particular na Escola de Música do Conservatório Nacional e na Escola Superior de Música de Lisboa, licenciando-se em Formação Musical (2005)e Jazz (Piano) (2014). Deu aulas na Escola de Música do Conservatório Nacional durante 9 anos, e trabalha desde 2008 à atualidade na Escola Superior de Música de Lisboa. Estende a sua atividade pedagógica através da criação de canções para crianças, colaborando também em programas de promoção e divulgação cultural. 
Participa ativamente como pianista em diferentes projetos tendo colaborado com vários cantores/músicos (Carlos do Carmo, Luis Represas, Ricardo Ribeiro, Rão Kyao, Jorge Palma, Ana Moura, Mafalda Arnauth, Cuca Roseta, Vitorino, Janita Salomé, Paulo Flores, entre outros), coros, formações de jazz, world music, big bands. 
Escreveu inúmeras obras originais de música erudita, teatro musical e arranjos para ensembles de várias formações (Orquestra Geração, Sinfonietta de Lisboa, Coro Ricercare, Camerata Atlântica, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras).




Xico Santos | Licenciado em Baixo Eléctrico pelo Departamento de Jazz do Conservatório de Amesterdão. Frequentou Workshops e Master Classes com John Scofield, Linley Marthe, Richard Bona, Kai Eckhardt, Dominique di Piazza, John Clayton, Terry Lyne Carrington, Jim Black, Nelson Faria, Kiko Freitas, Ney Conceição. 
Como músico freelancer tem tocado e gravado com vários artistas e bandas: Lura, Fernando Tordo, Miroca Paris (Césaria Évora, Madonna), Femi Temowo (Amy Winehouse), Luiz Caracol, Marta Ren, Viviane, Tiago Nacarato, Melo D, Kimi Djabaté, Cuca Roseta, Carolina Deslandes, Sara Correia, Anabela, Vânia Fernandes, Zé Eduardo, Karyna Gomes, Roque, Francis Dale, Tahina Rahary, entre outros. 
Já tocou ao vivo em países como Portugal, Espanha, França, Bélgica, Eslováquia, Letónia, França, Alemanha, Holanda, Suíça, Singapura, Turquia, Hungria, Reino Unido, Polónia, Austrália, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Nigéria, Líbano, Coreia do Sul, Rússia, Azerbaijão, Namíbia, Marrocos e África do Sul, em locais como CCB (Lisboa), Casa da Música (Porto), Melkweg (NL), Bimhuis (NL), Jazz Schmiede, Dusseldorf (D), Bienal de Cerveira (PT) , Festival de Jazz de Valado dos Frades (PT) , Festival Músicas do Mundo - Sines (PT), Festival MED - Loulé (PT), Joburg Theater - Joanesburgo (SA), Kriol Jazz (CV), Womad - Adelaide (AU), Grand Rex - Paris (F), Mostly Jazz & Funk Festival - Birmingham (UK), Sziget Festival - Budapeste (H), World Music Festival - Gwangju (KR), etc. Nomeado para o Latin Grammy 2021.



Desidério Lázaro | Nasceu em Faro, em 1982. Iniciou os seus estudos de flauta aos 6 anos de idade, mudando-se para o clarinete aos 10. Estudou música clássica nos conservatórios de Faro e Setúbal, onde foi aluno de Paulo Gaspar, e foi membro da Orquestra Clássica Juvenil do Algarve, Orquestra de Metais do Algarve, Camerata Musical do Barreiro e diversas bandas filarmónicas e agrupamentos de música de câmara. Em 2002 ingressou no estudo da música Jazz e do saxofone no Hot Clube de Portugal, novamente com Paulo Gaspar e Pedro Moreira. Dois anos mais tarde, mudou-se para Amsterdão, onde terminou com mérito a licenciatura em Jazz no Conservatório de Amsterdão, e onde teve oportunidade de estudar com Ferdinand Povel, Jasper Blom e Dick Oatts. Em 2013 termina o Mestrado em Jazz Performance na Escola Superior de Música de Lisboa. 
Pelo caminho fez centenas de concertos por todo o país e no estrangeiro (Espanha, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria, Itália, Macau) e, a par da sua atividade como músico, leciona na Escola Superior de Música de Lisboa e Universidade Lusíada de Lisboa. 
Desidério Lázaro apresenta-se em variadíssimas formações que vão desde o jazz mais tradicional a vertentes mais contemporâneas (pop, funk, fusão), tendo já tocado com nomes como Mário Laginha, Maria João, Carlos Barretto, André Fernandes, Alexandre Frazão, Júlio Resende, assim como Luís Represas, The Black Mamba, Mafalda Veiga, Carlos do Carmo, Joana Espadinha, B Fachada, Bruno Pernadas, entre outros. 
Como autor, tem apresentado os seus projetos nos principais festivais de jazz portugueses e salas de espectáculo do país. Iniciou-se nas edições discográficas em 2010 com “Rotina Impermanente”, e o seu trabalho mais recente é “Stillness in Time” (2021) tendo sempre recebido críticas favoráveis e entusiastas, assim como diversas nomeações para “disco jazz do ano”.




Ale Damasceno | Mestre em Música pela UNICAMP na área de Performance Musical, atualmente é doutorando em Artes Musicais – Performance, pela Universidade Nova de Lisboa. Possui mais de 20 anos de experiência como performer e professor. Lecionou em instituições de ensino reconhecidamente relevantes no cenário artístico de São Paulo (Brasil), como a Faculdade de Artes Alcântara Machado, Faculdade Santa Marcelina e Fundação das Artes de São Caetano do Sul. 
Participou como baterista da gravação de diversos CDs/DVDs de música popular e instrumental brasileira, entre eles o DVD da cantora Zizi Possi: “Para Inglês Ver e Ouvir”, indicado ao Prêmio TIM 2006, os CDs “Nem” e “Emily” do cantor e compositor Cid Campos (filho do poeta Augusto de Campos) e o CD “Piratininga”, do grupo de música instrumental brasileira Aquilo Del Nisso. 
Como produtor e baterista, participou do CD “Eu e Ela” do compositor Joel Damasceno e da cantora Daniella Alcarpe. Possui atuação em concertos e/ou gravações com artistas ao redor do mundo, tais como: Caetano Veloso, Arnaldo Antunes, Jaques Morelenbaum, Guinga, Gal Costa, Luiz Melodia, Jonhy Alf, Olívia Byington, Tetê Espíndola, Lucinha Lins, Célia, Virginia Rosa, Vanessa da Matta, Paula Lima, Phil deGreg (EUA), Vincent Gardner (EUA), Miles Osland (EUA), Jaques, Henry Greindl (Bélgica), Eva Jagun (Alemanha), Iva Bittova (Checoslováquia), entre outros. 
Com orquestras e Big Bands já participou como convidado da Orquestra Jazz Sinfônica de Diadema, Orquestra Filarmônica de São Caetano do Sul, Orquestra Bachiana, Sinfônica de Heliópolis, Balé Folclórico do Estado de São Paulo (Abaçaí) e Grupo Comboio. 
É investigador da chamada “Bateria Brasileira” e autor do livro: A Batucada Fantástica de Luciano Perrone: sua performance musical no contexto dos arranjos de Radamés Gnattali, lançado pela editora letã OmniScriptum.











Fotos Pedro Correia / Antena 2