Ouvir
Coreto
Em Direto
Coreto Jorge Costa Pinto

Cultura

A Antena 2 na Feira do Livro de Frankfurt 2022

Com Luís Caetano

|

A Antena 2 na Feira do Livro de Frankfurt 2022 A Antena 2 na Feira do Livro de Frankfurt 2022

A Antena 2 na Feira do Livro de Frankfurt 2022
Com Luís Caetano

Depois de dois anos de interregno, a Feira do Livro de Frankfurt regressou, entre 19 e 23 de outubro, reafirmando a sua posição como o maior centro de encontro internacional da indústria do livro, e tendo como país convidado de honra a Espanha.

Luís Caetano esteve na Feira e traz-nos uma emissão especial de A Força das Coisas, inteiramente a ela dedicada, e na qual conversa com os escritores espanhóis Irene Vallejo, Rosa Montero, Xesús Fraga, Javier Cercas, António Munõz Molina, Santiago Posteguillo, Júlia Navarro, Luis García Montero, Marta Orriols e Emili Rosales, a brasileira Djamila Ribeiro, a norte-americana Donna Leon, e ainda Bruno Pacheco, director geral da APEL, os editores  Rui Couceiro, Cecília Andrade, Téo Ferrer de Mesquita, e a livreira alemã Petra Noack.

Para ouvirclicar aqui.


Javier Cercas com Luís Caetano


Este encontro mundial do setor editorial tem uma tradição de 500 anos na cidade alemã de Frankfurt am Main - a primeira feira do livro foi realizada por livreiros locais logo após Johannes Gutenberg ter desenvolvido a impressão em letras móveis em Mainz, perto de Frankfurt.

Esta 74ª edição decorreu sob o lema “Traduzir. Transferir. Transformar.", destacando a importância da tradução e dos tradutores.
Mais de 93 mil visitantes profissionais e 87 mil visitantes privados estiveram presentes numa feira com mais de 4 mil expositores de 95 países ocupando os 170 mil m2 do enorme recinto.


Luís Caetano com António Muñoz Molina



Segundo Juergen Boos, o director da Feira do Livro, se esta é "a principal feira da indústria do livro", sustentado pela vertente comercial da compra e venda de direitos, é também "muito mais do apenas um lugar para fazer negócios. A feira defende a diversidade, a pluralidade e é contra qualquer tipo de discriminação”. Este carácter de cidadania e mesmo político esteve particularmente evidente nesta edição, com espaço para eventos com debates sobre a guerra na Ucrânia e as crescentes tensões com a Rússia, e protestos no Irão, e inclusive, com uma mensagem em vídeo de Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia.
Este país teve particular destaque com o Hall 4.0 a abrigar um expositor coletivo de 100 m² de editoras e instituições livreiras ucranianas.



A Espanha foi o Convidado de Honra, repetindo a distinção após 31 anos, sob o lema “Creatividad Desbordante – Spilling Creativity”, concentrando-se em temas como o multilinguismo e a importância da língua espanhola como ponte para a América Latina. Deste país, que levou 400 chancelas editoriais, foram dois escritores como embaixadores - Irene Vallejo e António Muñoz Molina -, entre os 200 autores presentes.





Portugal esteve mais uma vez na Feira do Livro de Frankfurt, através da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), contando também com a representação da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), e a presença de 40 chancelas editoriais: 11×17, Areal Editores, Arte Plural, Assírio & Alvim, Bertrand Editora, Casa Sassetti, Cascais Editora, Chá das Cinco, Contraponto, Desassossego, Edicare Editora, Edições Piaget, Edições Saída de Emergência, Editorial Presença, Etep, FCA, FCA Design, Gestão Plus, IN, Jacarandá, Lidel, Lidel Saúde e Bem-Estar, Livros do Brasil, Lucerna, Manuscrito, Marcador, Pactor, Pactor Kids, Pass, Pergaminho, Porto Editora, Principia, Quetzal, Raíz Editora, Sete Mares, Sextante Editora, Sopa de Letras, Temas e Debates, Verso da Kapa e Zero a Oito.




Luís Caetano com Djamila Ribeiro


Luís Caetano com Donna Leon





Javier Cercas com Luís Caetano


Sessão de autógrafos com a atriz Diane Kruger
















Fotos @ DR