Ouvir
Véu Diáfano
Em Direto
Véu Diáfano Pedro Amaral

Destaques

Itinerário do Sal | Festival Antena 2 | 16 Fevereiro 21h30

4º Dia | Performance

|

Itinerário do Sal | Festival Antena 2 | 16 Fevereiro 21h30 Itinerário do Sal | Festival Antena 2 | 16 Fevereiro 21h30


Sala Eça de Queiroz,

16 Fevereiro | 21h30
Transmissão direta (antena e online)
Para comprar bilhete, clique aqui.
Para maiores de 16 anos


Performance | Itinerário do Sal 

Miguel Azguime


Poesia sonora? 
Espetáculo visual deslumbrante? 
Teatro musical, arte performativa, ópera multimédia? 
Ou todas estas hipóteses juntas? 

Durante uma hora Miguel Azguime apresenta-nos uma mistura de vídeo e sons vocais processados, acrescentando uma camada de imprevisibilidade a uma série de eventos sensoriais variados. A eletrónica ao vivo é conduzida quase como uma dança. No centro de tudo está o próprio Azguime, de olhar arregalado, rabiscando sobre uma mesa, transfigurado num desenho animado, trajado de branco diante de uma câmara, projetado na tela. Nesta ópera multimédia, a tecnologia e a linguagem são brinquedos de igual e infinito fascínio e surpresa.


Miguel Azguime: compositor, performer
Paula Azguime: encenadora, vídeo, eletrónica ao vivo 
Andre Bartetzki: programador vídeo 
Perseu Mandillo: diretor de vídeo



Para ver excerto, clicar aqui.


"Itinerário do Sal, de Miguel Azguime, é um exemplo da hibridez intermédia tornada possível pela actual tecnologia digital. Os sons ligeiramente diferidos que saem da boca do actor/autor tentam ser simultaneamente o resultado dos movimentos corporais, isto é, aquilo que poderíamos referir como a música da voz ou a poesia da voz, e a notação desses movimentos. É como se o som escrevesse o próprio som. O mesmo se poderia dizer da escrita: os traços traçam a sua própria possibilidade enquanto forma escrita.! 
Manuel Portela – blog TAGV Coimbra, 16/02/2007




"Na sua essência, a linguagem não faz sentido. Ela não é mais do que uma sucessão de sons, tão natural como o barulho do vento no trigo ou o crepitar dos grãos numa montanha de sal. É com uma coerência fora do comum que o Miso Ensemble segue este princípio na sua ópera multimédia Itinerário do Sal. É inimaginável um prelúdio mais prometedor do que este para o festival Europa em Cena, o encontro de teatro luso-alemão da Studiobühne. (...)
Através de uma performance genial, Azguime eleva sua poesia, para um outro patamar totalmente diferente. Aqui tudo se torna arte apalhaçada/ do palhaço. Movimentando os lábios de forma artística, o actor solta frases sobre o “autor ausente” (que comicamente se encontra no palco) em cascatas de som. Não se pode dizer que este autor esteja “no meio do silêncio”, no “contexto de estar calado”; ele cacareja e ronrona, ele parte com os dentes e ladra até romper a própria palavra até que ela se dissolve em prazer, mas também em terror. O abismo da loucura torna-se visível por detrás do vazio transparente das palavras. (...)
Só o brilhantismo da técnica, a perfeição e a originalidade dos desabamentos ópticos e acústicos já fazem desta representação de uma hora um espectáculo a ver."
Von Oliver Cech – Kolner Stadt-Anzeiger, 12/03/2007 
(Tradução do alemão Beatriz Medeiros da Silva )




Fotos @ Paula Azguime