Ouvir
Argonauta
Em Direto
Argonauta Jorge Carnaxide

Ópera

Met | Berlioz | A Danação de Fausto | 8 Fevereiro | 18h00

Transmissão direta

|

Met | Berlioz | A Danação de Fausto | 8 Fevereiro | 18h00 Met | Berlioz | A Danação de Fausto | 8 Fevereiro | 18h00

8 Fevereiro | 18h00

Temporada Metropolitan Opera
de Nova Iorque    


Hector Berlioz | A Danação de Fausto
Versão Concerto


Margarida: Elina Garanca (MS)
Fausto: Michael Spyres (T)
Mefistófeles: Ildar Abdrazakov (B)

Coro e Orquestra do Metropolitan
Direção de Edward Gardner 





Para ler mais sobre esta récita, clicar aqui.







Transmissão em direto
a partir de The Metropolitan Opera de Nova Iorque
Realização e Apresentação: André Cunha Leal
Produção: Susana Valente


Ópera em quatro atos e epílogo

Música de Hector Berlioz
Libreto baseado em Fausto de Goethe

Berlioz leu a Parte Um de Fausto em 1828, na tradução de Gérard de Nerval, e ficou rendido a esta obra.
Inspirando-se numa tradução deste poema dramático de Goethe, criou uma obra musical que, tal como a obra-prima em que se baseia, é de difícil categorização. Considerada em várias ocasiões como um oratório de formato não convencional ou como uma ópera, Berlioz preferia designá-la por "lenda dramática". A sua forma de viagem e a perspetiva cósmica tornaram a sua encenação operática um desafio muito difícil. 
O próprio Berlioz, mesmo ansiando ver a obra encenada, quando tal ocorreu, reconheceu que as técnicas de produção do seu tempo não estavam à altura da tarefa. A maioria das apresentações tem sido sob a versão concerto, e é com ela que tem ganho fama.

A sua estreia foi na Opéra-Comique de Paris, a 6 de dezembro de 1846. Não foi bem acolhida pela crítica, talvez devido à sua forma entre a ópera e a cantata. O público mostrou-se apático e após duas apresentações foi cancelada, tendo sido um revés financeiro para Berlioz.

La damnation de Faust
tem sido apresentada regularmente em salas de concerto, desde a sua apresentação completa em Paris, em 1877. É encenada como ópera pela primeira vez na Ópera de Monte Carlo em 18 de fevereiro de 1893, produzida pelo seu diretor Raoul Gunsbourg, com Jean de Reszke no papel de Fausto e Rose Caron, de Margarida. 




Para saber mais sobre o argumento e os antecedentes desta ópera, clicar aqui.