Ouvir
Sol Maior
Em Direto
Sol Maior Pedro Rafael Costa

Ópera

Richard Strauss | Elektra | 10 Maio | 18h00

Mezza-Voce

|

Richard Strauss | Elektra | 10 Maio | 18h00 Richard Strauss | Elektra | 10 Maio | 18h00

10 Maio | 18h00

Programa Mezza-Voce    
Apresentação e Realização: André Cunha Leal 
Produção: Susana Valente     

Gravação da Radiodifusão Austríaca
na Ópera Estatal de Viena
a 15 de Fevereiro de 2020


Richard Strauss | Elektra 


Clitemnestra: Waltraud Meier (MS)
Elektra: Christine Goerke (S)
Crisotemis: Simone Schneider (S)
Orestes: Michael Volle (BT)
Egisto: Norbert Ernst (T)

Coro e Orquestra da Ópera Estatal de Viena
Direção de Semyon Bychkov






Para ler mais sobre esta récita, clicar aqui.








Ópera em um ato

Música de Richard Strauss (1864-1949) 
Libreto de Hugo von Hofmannsthal (1874-1929) 

Após assistir a uma apresentação de Elektra do poeta vienense Hugo von Hofmannsthal, Strauss decidiu fazer, com o assentimento do poeta, a adaptação da sua peça. Inspirada na tragédia de Sófocles sobre este célebre mito grego, em Elektra encontramos um dramatismo até então inigualável, recorrendo a uma composição musical audaciosa e moderna, em que Strauss utiliza a maior orquestra jamais ouvida a acompanhar uma ópera, com 111 instrumentos. 
Esta ópera de R. Strauss, Elektra, teve  a sua estreia mundial a 25 de Janeiro de 1909, no Teatro Hofoper, renomeado Semperoper, em Dresden.
Esta ópera constitui a primeira de muitas colaborações entre Strauss e Hofmannsthal. Colaboração muito frutífera, que se extendeu a mais cinco óperas, consideradas por muitos críticos como as melhores do compositor, e duraria até à morte de Hofmannsthal, em 1929.