Ouvir
Ecos da Ribalta
Em Direto
Ecos da Ribalta João Pereira Bastos

Outros Concertos

Intersections #1 #2 | 25 Março

CI Community Project | Antena 2

|

Intersections #1 #2 | 25 Março Intersections #1 #2 | 25 Março

A Antena 2 online apresenta mensalmente, a partir de 25 de Março, a série de performances, Intersections, um projeto comunitário de Compositores e Improvisadores, da iniciativa de Javier Subatin.



     | Intersections |

Performances de Março
#1 Killick Hinds & Mané Fernandes | #2 Federico Calcagno & Zé Almeida


Intersections #1 |  Killick Hinds & Mané Fernandes





Mané Fernandes | Nasceu no Porto, e atualmente reside em Copenhaga, na Dinamarca. Iniciou o seu percurso musical aos 7 anos, com o pai e irmão mais velho, ambos guitarristas proficientes.
É Bacharel em Jazz Performance pela ESMAE 2008/2013 (Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo), Mestre em Performance pela Rytmisk Musikkonservatorium Copenagen 2017/2019. 
Lançou "BounceLab" em 2014, e "Root Fruit" em 2016. Venceu o Prémio Jovens Músicos com João Barradas com o agrupamento "Home".
Além de "Home", integrou com Pedro Melo Alves "Omniae Ensemble" dois dos melhores discos de Jazz fora de Portugal em 2017. Colabora e grava com vários músicos da nova cena portuguesa do Jazz Contemporâneo.

Killick Hinds | Nasceu em New Jersey, em 1972, e vive em Athens, na Georgia, nos EUA. 
A sua música, Appalachian Trance Metal, é feita em instrumentos de cordas incomuns, com ênfase em ritmos não quantificáveis, entonação intuitiva e ROYGBIV xamanístico. Apesar da sua natureza eclética, os sons são surpreendentemente familiares e acessíveis a públicos de todas as idades e níveis de envolvimento musical.
As principais influências sonoras em Killick são animais, vento, água, fogo, zumbido elétrico e silêncio. O seu veículo de atuação preferido é o concerto solo, uma "One (Sha) Man Band", canalizando a musa ao jeito do antigo ritual xamânico. Cada apresentação é diferente, levando em consideração a instrumentação e a energia do público e do espaço.
Vários tipos de experimentação e enculturação de Killick aparecem em combinações personalizadas havendo a probabilidade de algo (uma abordagem, uma textura, um ritmo, uma justaposição) emergir inteiramente. A apresentação xamânica é caracterizada por mudanças às vezes abruptas no humor, cadência e harmonia, mas Killick prioriza o diálogo convidativo impregnado de leveza e beleza repentina. Killick fez centenas de concertos em clubes, galerias e salas de concerto desde os 13 anos.
Deu masterclasses e fóruns em improvisação musical na University of Colorado Boulder; na CalArts em Valência, Califórnia; na Alfred University em Alfred, Nova York; na Universidade da Geórgia em Atenas; e no Festival Frantasia em Livermore Falls, Maine; e no Encontro de Improvisação Eletroacústica da Cidade de Nova York da City University of New York. Killick apresentou-se com o luthier Fred Carlson na University of California, Santa Cruz, como parte da conferência International Society of Improvising Musicians 2009. Em 2016, Killick recebeu em Atenas, o prémio Georgia Flagpole Music, na categoria de Avant-Garde.
Killick é bolseiro do Willson Center Shelter Projects em 2020. Killick tocou com muitos grandes criativos de todo o mundo, incluindo os guitarristas Nick Vander, Christian Vasseur, Se'nam Palmer, Sandy Ewen, Sándor Szabó, Henry Kaiser, Mary Halvorson e Susan Alcorn; os baixistas Peter Kowald e Michael Manring; os trompistas Blaise Siwula, Liz Allbee e Larry Ochs; os vocalistas Monique Osorio e Martin Howth; e os bateristas Ravish Momin e Brann Dailor; além de um extenso trabalho com seu Thunder O (h) m! e Pocketful of Claptonite ensembles. Mais de 250 álbuns do Killick podem ser encontrados em www.killick.me.



Intersections #2 | Federico Calcagno & Zé Almeida





Federico Calcagno | Nasceu em 1995. É um clarinetista e contrabaixista italiano, improvisador e compositor radicado em Amsterdão. Estudou clarinete clássico e jazz no Conservatório de Milão, e em 2019 graduou-se com Jazz Master em clarinete baixo no Conservatório de Amsterdão. Participou do Workshop Internacional de Jazz e Música Criativa no Banff Centre for Arts and Creativity (Canadá), dirigido por Vijay Iyer e Tyshawn Sorey.
Vencedor do Premio Internazionale Giorgio Gaslini 2020, Federico lançou o seu primeiro álbum com sua banda italiana The Dolphians. Esta primeira gravação é dedicada a Eric Dolphy e à sua música - From Another Planet - que foi catalogada na lista dos 100 melhores álbuns de 2019 pela revista JAZZIT.
Federico ganhou o primeiro prémio no “Premio del Consevatorio di Milano 2018” com o seu projeto de câmara Tri (o) ttico, o prémio da crítica e o 2º prémio no prestigiado concurso italiano de jazz dedicado a Massimo Urbani (Premio Internazionale Massimo Urbani 2019), e outros dois 2º prémios: o Keep an Eye International Contest 2019 com o seu quinteto Liquid Identities, e como solista de jazz no “Concorso Bettinardi 2020”.


Zé Almeida | Contrabaixista português, tem vindo a desenvolver a sua voz nas comunidades Contemporânea e Jazz de Lisboa, onde está radicado. 
Já tocou por toda a Europa e na China com músicos como Ohad Talmor, Shane Endsley, André Fernandes, Óscar Graça e Javier Subatin, entre outros. 
Foi escolhido para participar da sessão da Rede Medinea em Malta.




Composers and Improvisers Community Project é uma comunidade global de músicos independentes que trabalham juntos para produzir um fluxo regular de conteúdos exclusivos online compartilhados com os fãs que apoiam seu trabalho.

Considerando os problemas crescentes que os músicos enfrentam para encontrar formas de gerar rendimentos regulares devido à pandemia COVID-19, este é o momento certo para entrar em ação e concretizar esta ideia: criar uma comunidade onde músicos de diferentes partes do globo trabalham juntos com o objetivo de oferecer um fluxo constante de conteúdo de alta qualidade e exclusivo numa plataforma única e dividir os recursos arrecadados em partes iguais - que só são possíveis de reunir com o apoio dos amantes da música .
Com esta iniciativa, os músicos envolvidos obtêm:
uma base de fãs sólida e global, composta por amantes do jazz e da música improvisada de todas as partes do mundo.
uma receita regular gerada pela contribuição mensal dos fãs em troca de uma quantidade considerável de conteúdos exclusivos, como trabalhos diários inéditos e improvisações, vídeos com áudio de alta qualidade, gravações colaborativas, downloads de áudio exclusivos e muito mais!
visibilidade, considerando que os músicos com mais visibilidade vão ainda aumentá-la com os outros músicos e, ao mesmo tempo, vão ajudar outros a alcançarem maior exposição pública.
Por outro lado, os assinantes são parte ativa da comunidade de apoio ao trabalho dos artistas e têm acesso a conteúdos exclusivos:
● Vídeos diários com áudio de alta qualidade.
● Gravações produzidas especificamente para a comunidade e com a colaboração dos músicos que dela fazem parte. Isso estimulará interações entre músicos o que poderia não acontecer noutras circunstâncias.
● Downloads exclusivos de faixas e álbuns.
● E muito mais que surgirá com o crescimento da comunidade! (estamos planeando apresentações e masterclasses online ao vivo, lançamentos de CD e muito mais).
Finalmente, espero que músicos e fãs se juntem a esta comunidade e participem do projeto.
Javier Subatin
fundador e diretor artístico