Ouvir
Notas Finais
Em Direto
Notas Finais João Pedro

Ópera

Stanislaw Moniuszko | A Mansão Assombrada | 20 Outubro 18h00

Mezza-Voce

|

Stanislaw Moniuszko | A Mansão Assombrada | 20 Outubro 18h00 Stanislaw Moniuszko | A Mansão Assombrada | 20 Outubro 18h00

© Darek Golik / NIFC


20 Outubro | 18h00

Programa Mezza-Voce    

Apresentação e Realização: André Cunha Leal 
Produção: Susana Valente        

Gravação da Rádio Polónia
no Festival Internacional de Música “Chopin e o seu Tempo”
em Varsóvia,
a 25 de Agosto de 2019


Stanislaw Moniuszko | A Mansão Assombrada 
[Versão Concerto]

Jadwiga: Monika Ledzion-Porczyńska (MS)
Zbigniew: Mariusz Godlewski (BT)
Espadachim: Tomasz Konieczny (BBT)
Skołuba: Rafał Siwek (B)


Hanna: Edyta Piasecka (S)
Mulher do Camareiro: Malgorzata Walewska (MS)
Stefan: Arnold Rutkowski (T)
Grześ: Paweł Cichoński (T)
Maciej: Marcin Bronikowski (BT)
Idosa: Oksana Gołombowska (CA)



Coro Filarmónico da Ópera de Podlasie
Direção de Grzegorz Nowak



Para saber mais sobre esta récita, clicar aqui.







Ópera em quatro atos 

Música de Stanislaw Moniuszko (1819-1872)
Libreto de Jan Chęciński 

Foi composta entre 1861 e 1864 e estreada no Grande Teatro de Varsóvia a 28 de setembro de 1865.
Apesar de ser uma ópera romântica e cómica, tem um forte conteúdo patriótico, o que a tornou à época muito popular entre o público polaco, mas muito impopular e até mesmo censurada pelas autoridades russas que ocupavam grande parte do território polaco, nesse tempo.
Apesar de ser considerada a melhor ópera de Moniuszko e a melhor das óperas polacas do século XIX., tem tido poucas apresentações.
Stanisław Moniuszko é considerado o verdadeiro criador da ópera nacional polaca. Depois de ter estado no estrangeiro a fazer a sua formação musical, Moniuszko regressa à Polónia em 1837. Dez anos depois, escreveu a famosa ópera romântica, Halka, considerada uma das suas maiores óperas.





Fotos Darek Golik / NIFC