Coligação conserva vantagem de sete pontos na sondagem diária da RTP

| Eleições Legislativas 2015

|

Na oitava sondagem diária da Universidade Católica para a RTP, a coligação Portugal à Frente alcança os 42 por cento na estimativa de resultados das legislativas. É um acréscimo de um ponto face ao estudo da véspera. Mas também o PS soma um ponto, para regressar aos 35 por cento. O número de indecisos recuou em dois pontos.

A diferença entre a PàF e os socialistas é a mesma de quinta-feira. PSD e CDS-PP lideram com sete pontos de diferença para o partido de António Costa. Todavia, ambas as forças somam um ponto, na comparação com a véspera.

À esquerda do PS, a CDU perde um ponto, alcançando agora os oito por cento na estimativa de resultados. O BE mantém os mesmos sete por cento e os demais partidos não vão além dos quatro por cento.



Quanto a intenções de voto, o relatório da Universidade Católica sublinha que “a percentagem de pessoas que dizem que vão votar mas que não sabem em quem votar ou não querem dizer está já dez pontos percentuais abaixo do que acontecia na primeira divulgação”.

Este contingente ascendia, há uma semana, aos 42 por cento. Pesa agora 32.

Intenção direta
Outro dado a sobressair nesta oitava sondagem é o crescimento da coligação Portugal à Frente no capítulo da intenção direta de voto. A aliança entre as formações de Pedro Passos Coelho e Paulo Portas passa, neste plano, de 30 para 33 por cento, ao passo que o PS estagna nos 17 por cento.



PCP e PEV mantêm-se no patamar de sete por cento e o Bloco de Esquerda reúne cinco por cento das intenções diretas. Face a quinta-feira, os outros partidos continuam a obter dois por cento.
Sondagens diárias
Esta é a oitava de uma série de sondagens que a RTP divulga até ao final da campanha eleitoral. Estes estudos permitem avaliar dia a dia a evolução das intenções de voto e a tendência dos indecisos.



A amostra é inferior à de um barómetro.

O interesse deste tipo de sondagem (tracking poll) reside na observação das tendências de subida e descida de cada partido, mais do que a medição da percentagem das intenções de voto de cada um.

Ficha técnica

Esta sondagem foi realizada pelo CESOP – Universidade Católica Portuguesa para a RTP entre os dias 21 e 24 de setembro de 2015. O Universo alvo é composto pelos indivíduos com 18 ou mais anos recenseados eleitoralmente residentes em Portugal Continental em lares com telefones fixos. Foram obtidos 1027 inquéritos válidos, sendo 55% dos inquiridos mulheres, 30% da região Norte, 28% do Centro, 36% de Lisboa, 2% do Alentejo e 4% do Algarve. Todos os resultados obtidos foram depois ponderados de acordo com a distribuição de eleitores residentes no Continente por sexo, escalões etários e região na base dos dados do recenseamento eleitoral e do Censos 2011. A taxa de resposta foi de 61%*. A margem de erro máximo associado a uma amostra aleatória de 1027 inquiridos é de 3,1%, com um nível de confiança de 95%.

* A taxa de resposta é estimada dividindo o número de inquéritos realizados pela soma das seguintes situações: inquéritos realizados; inquéritos incompletos; e recusas.

Tópicos:

Campanha, Diária, Eleições legislativas, RTP, Sondagem, Universidade Católica,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.